Após eliminação na Copa do Brasil, Cristóvão Borges deixa o Vasco

O Vasco da Gama informou, nesta sexta-feira, a saída do treinador Cristévão Borges. O clube cruzmaltino agradeceu os serviços prestados pelo técnico de 57 em sua segunda passagem por São Januário. O comunicado veio um dia após a eliminação na terceira fase da Copa do Brasil para o Vitória.

Na fase de grupos da Taça Guanabara, o Vasco venceu três jogos e perdeu duas em cinco partidas. Na semifinal, eles formam eliminados pelo Flamengo. Já na Taça Rio, o Gigante da Colina começou sua campanha com um empate com o Macaé.

Leia mais: Vasco se apega ao trabalho para não desanimar

Em 11 jogos durante a sua segunda passagem no Vasco, Cristóvão Borges ficou com desempenho de cinco vitórias, quatro derrotas e duas derrotas. Em jogos oficias, o Trem Bala da Colina não venceu times da Série A e perdeu os dois clássicos.

No ano passado, o treinador também teve uma passagem meteórica no Corinthians, ficando apenas três meses e sendo muito criticado pelos torcedores. Seu começo de carreira, em 2011, foi no Vascão após ele herdar o cargo de Ricardo Gomes, que precisou deixar o comando da equipe depois de sofrer uma AVC hemorrágico. Naquele ano, o cruzmaltino terminou o Campeonato Brasileiro na segunda colocação e foi até a semifinal da Copa Sul-Americana.

Confira o comunicado:

“A direção do Club de Regatas Vasco da Gama comunica a saída do treinador Cristóvão Borges a partir desta sexta-feira (17/03). O Vasco agradece os serviços prestados pelo profissional, que sempre trabalhou com dedicação.”