Elenco do Eibar diz ter "medo" diante da retomada do futebol na Espanha

AFP
Os jogadores e a comissão técnica do Eibar manifestaram temor diante da epidemia de coronavírus
Os jogadores e a comissão técnica do Eibar manifestaram temor diante da epidemia de coronavírus

Na semana em que os clubes de futebol foram autorizados a voltar a treinar na Espanha, os jogadores do Eibar disseram nesta terça-feira que estão "com medo" desse retorno, diante da impossibilidade de manter a distância de precaução devido ao coronavírus.

"Temos medo de iniciar uma atividade em que não seremos capazes de cumprir a primeira recomendação de todos os especialistas: o distanciamento físico", afirma um comunicado assinado pela equipe do Eibar e pela comissão técnica.

Manter entre 1,5 e 2 metros entre as pessoas é uma das medidas que o governo espanhol recomenda para lidar com a epidemia de coronavírus.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

"Nos preocupa que, por fazer aquilo que mais gostamos, podemos nos contagiar, infectar nossos familiares e amigos e até contribuir para um novo surto da epidemia, com as terríveis consequências que isso implicaria para toda a população", acrescenta o texto.

Os jogadores do Eibar mostram sua relutância na semana em que o governo autorizou "a abertura de sessões de treinamento individuais para atletas profissionais e federados e o treinamento básico de ligas profissionais".

A maioria dos clubes está aproveitando esta semana para realizar testes de coronavírus em seus jogadores.

Os jogadores do Eibar garantem que são "apaixonados pelo futebol e nada nos deixa mais empolgados do que poder nos encontrar novamente e fazer com que as pessoas se divirtam", mas "a primeira coisa deve ser a saúde de todos, e o momento é de que essa ideia prevaleça com fatos, não apenas palavras".

"Somente com essa premissa clara, faria sentido voltar à competição. Pedimos garantias. Exigimos responsabilidade", acrescentaram os jogadores do Eibar.

A Espanha, um dos países mais afetados pela pandemia com 25.613 mortes, segundo o último balanço divulgado nesta terça, começou nesta semana a relaxar o confinamento adotado no país desde 14 de março, o que permitiu o retorno aos treinos.

A Liga, que implementou um protocolo sanitário, está confiante de que a competição poderá ser retomada em junho, após um mês de maio dedicado ao desenvolvimento das equipes.

"A saúde é essencial e é por isso que temos um protocolo integral para proteger a saúde de todos os envolvidos, enquanto trabalhamos para reiniciar a Liga", disse seu presidente, Javier Tebas, na segunda-feira.

Leia também