Elenco do Corinthians ganhará folga caso o Paulistão seja paralisado

Fábio Lázaro
·3 minuto de leitura


O Corinthians aguara a definição da Federação Paulista de Futebol sobre a continuidade ou paralisação do Estadual para definir a sua programação, após a vitória por 3 a 0 sobre o Salgueiro, em Pernambuco, pela segunda rodada da Copa do Brasil, nesta quarta-feira (17).

Na última quinta-feira (11), o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou um plano emergencial de contenção à pandemia do novo coronavírus em todo Estado, que, entre outras coisas, previa a suspensão de atividades esportivas até o fim de março, e consequente paralisação do Campeonato Paulista.

No entanto, em reunião com a FPF os clubes decidiram manter as datas da competição, mas até o momento não acharam local para manter o Paulistão longe de SP. Houve tentativa de diálogo, tanto com o governo, quanto com o Ministério Público, que mantiveram a paralisação. Já outros Estados, como Rio de Janeiro e Minas Gerais sinalizaram a possibilidade dos jogos acontecerem lá, e depois recuaram sobre a decisão - inclusive, a partida entre São Bento e Palmeiras, que aconteceria nesta quarta-feira (17), na Arena Independência, em Belo Horizonte, foi cancelada na véspera.

A delegação do Timão retornou a São Paulo na manhã desta quinta-feira (18) e tem reapresentação prevista para esta sexta-feira (19). Contudo, essa programação pode mudar, se a Federação Paulista não encontrar alternativas para continuidade do Estadual, e os atletas ganhariam folga, mas ainda sem tempo determinado.

- A ideia é a gente realmente dar alguns dias de folga, mas a gente ainda não tem essa informação de que não haverão os jogos, então agora é importante a gente retornar para São Paulo, sentar, esperar a definição, se tiver jogo no domingo a gente vai entrar em campo, se não tiver, obvio que esses atletas merecem alguns dias de folga, não pode ser muito, mas é importante, porque eles estão há oito, nove meses jogando direto, quarta e domingo - disse o técnico Vagner Mancini em entrevista coletiva virtual após o triunfo sobre o Carcará.

O treinador salientou a importância social da pausa, para que os atletas permaneçam um tempo com a família. O elenco do Timão não teve recesso após o fim do Campeonato Brasileiro.

- Importante, quando você analisa todo o contexto do futebol, que esses atletas também tenham um pouco de tempo na sua vida social, mesmo que a gente não tenha a vida social nas ruas, que a gente tenha dentro de casa, com as famílias, e tudo mais - disse o técnico.

Ainda assim, o comandante corintiano afirmou que mesmo com o recesso, a comissão técnica, junto a preparação física, elaborará um cronograma de atividades, para que não haja prejuízo aos jogadores no retorno dos jogos. Vale ressaltar, que mesmo com o decreto proibindo a realização dos jogos em São Paulo desde o dia 15 de março, os treinamentos estão autorizados pelo governo do Estado.

- Os treinamentos vão seguir normalmente até porque de maneira alguma podemos abrir mão de nada, porque é fundamental que quando retornar o campeonato a gente esteja apto pra entrar em campo e desempenhar - pontuou Mancini.

O Corinthians tem partida programada pra este domingo (21), às 16h, contra o Mirassol, no estádio Municipal de Mirassol.

>> Confira a tabela do Paulistão e simule os próximos jogos