Kid Bengala, Dinei, Marcos Harter, Renata Banhara e mais não se elegem em 2020

Patrick Monteiro
·1 minuto de leitura
Marcos Harter não se elegeu. Já Kid Bengala e Chiquinho Scarpa são suplentes em São Paulo. (Reprodução/TSE)
Marcos Harter não se elegeu. Já Kid Bengala e Chiquinho Scarpa são suplentes em São Paulo. (Reprodução/TSE)

Parece que não foi nas Eleições 2020 que alguns famosos irão se orgulhar de trabalhar para a população em um cargo eletivo. O povo fugiu dos ‘não políticos’ neste pleito e não quis apostar em figuras conhecidas.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Ao todo, o Yahoo! contabilizou os votos de 10 famosos que disputaram o cargo de vereador em São Paulo e em um em Sorriso, no Mato Grosso: nenhum foi eleito. Eles receberam cerca de 47.017 votos e alguns tiveram uma votação expressiva nas urnas, mas ficaram de fora das Câmaras por conta do coeficiente eleitoral.

Leia também

Um dos exemplos é Felipe Franco, empresário e ex-marido de Juju Salimeni. Ele conquistou 18.848 votos, mas não passou na linha de corte das cadeiras que seu partido conseguiu na Câmara de São Paulo e ficou como suplente.

Aliás, todos os candidatos listados a seguir, que concorreram em São Paulo, estão como suplentes. São eles: Chiquinho Scarpa (1.777 votos), Kid Bengala (956 votos), Diego Hypolito (3.786 votos), Marcelinho Carioca (7.574 votos), Diney (2.960 votos), Renata Banhara (3.415 votos), Victor Rodrigues, o Mionzinho (2.171 votos), Célio do Fat Family (919 votos) e Wellington Camargo (7.384 votos).

Quem não ficou nem como suplente foi o médico e ex-BBB e ex-A Fazenda, Marcos Harter. O participante que foi expulso do programa da Globo acusado de agressão contra Emily amargou apenas 497 votos na cidade de Sorriso, no Mato Grosso.