Eleições do Botafogo: Durcesio Mello pede impugnação de Walmer Machado pela presença de mortos

Sergio Santana
·1 minuto de leitura


As eleições do Botafogo podem ter mudanças drásticas nas próximas semanas. Nesta quinta-feira, Durcesio Mello, da chapa "Botafogo de Todos" entrou com um pedido de impugnação contra Walmer Machado, da chapa "Verde". O pleito está marcado para o dia 24 de novembro.

O candidato defendido por Carlos Augusto Montenegro alega que existe a assinatura de seis pessoas mortas na ata de inscrição da chapa encabeçada por Walmer Machado. Durcesio Mello, por meio de uma rede social, se pronunciou sobre o assunto.

"A equipe Durcesio Presidente protocolou a impugnação da Chapa Verde, encabeçada pelo conselheiro e ex-advogado do BBotafogo, Walmer Machado.

Por mais que acreditemos que o debate de ideias no clube deva ser plural e todos devam ser representados, entendemos que, antes de tudo, vem o respeito ao nosso Estatuto e, também, às leis brasileiras.

Ignorar uma candidatura que se apresenta com 6 falecidos seria ignorar o nosso papel como sócios-proprietários e deixar que o mundo do esporte acredite que tais práticas são aceitas no Botafogo.

O Botafogo do futuro tem que começar a ser construído no presente."

Walmer Machado tentará se defender da acusação feita pelo rival. A tendência é que o advogado prepare uma resposta até a próxima terça-feira. O pedido, enquanto isto, está sendo analisado pelo departamento jurídico do Botafogo.