Eleição decidirá novo presidente do Palmeiras pelos próximos três anos

·1 min de leitura


A eleição presidencial do Palmeiras acontece no sábado (20), em votação das 8h às 17h no ginásio poliesportivo do clube social. Leila Pereira é a única candidata ao pleito, acompanhada dos demais componentes da chapa ‘Palmeiras de Todos’: Paulo Roberto Buosi, Maria Tereza Ambrósio Bellangero, Neive Conceição Bulla de Andrade e Tarso Luiz Furtado Gouveia.

Para se tornar a próxima presidente do Verdão pelos próximos três anos, Leila e sua chapa precisam receber mais do que 50% dos votos da Assembleia Geral de associados do clube. Se confirmados pelo voto dos associados, Leila e os vices assumem os cargos oficialmente no dia 15 de dezembro.

Em caso de maioria de votos brancos ou nulos, a eleição será anulada e outra Assembleia Geral será convocada. Se ainda assim não houver aceitação mínima, um novo processo de inscrição de chapas será realizado. Estão aptos ao voto todos os titulares adimplentes com mais de três anos de matrícula.

A chapa Palmeiras de Todos precisava de 15% de aprovação do Conselho Deliberativo para poder concorrer à eleição presidencial e recebeu 67% dos votos no filtro realizado em outubro. Antes disso, a presidente da Crefisa e da FAM se tornou a conselheira mais votada da história do clube em 2017, com 248 votos, sendo reeleita em fevereiro de 2021 com novo recorde – 387 votos.

Tudo indica que Leila Pereira superará com facilidade os 50% de votos necessários na Assembleia Geral de associados e será a próxima presidente do Palmeiras.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos