Eleição do conselho do Atlético-MG tem suspeita de fraude e caso pode afetar a SAF

Reunião acontecerá na sede administrativa do Galo, em Belo Horizonte  - (Foto: Pedro Souza/Atlético-MG)


O Atlético-MG tem visto agitações nos bastidos de seu conselho deliberativo. Há suspeita de fraude na eleição dos 150 nomes para o órgão, votação que ocorreu em agosto. Caso haja comprovação da fraude, as decisões do conselho de lá para cá podem ser anuladas, o que pode afetar o processo de transformação do clube em SAF e outras pautas.

A informação foi antecipada pelo ge. Cláudio Utsch, ex-presidente do Conselho de Ética do Atlético levanta a suspeita de que alguns conselheiros eleitos não apresentavam o requisito obrigatório de dois anos como associados do clube. Dessa forma, as eleições deveriam ser anuladas.

O conselho deliberativo do Atlético ainda não se manifestou sobre as suspeitas levantadas por Utsch. Entretanto, é esperado que o clube realize um pronunciamento oficial sobre o caso.

Há uma reunião do conselho do Atlético marcada para a próxima segunda-feira (21) para discussões sobre a SAF, venda do Diamond Mall, Arena MRV e uma conversa sobre uma possível mudança de nome do futuro estádio do clube, batizado de Elias Kalil, filho do ex-presidente do time, Alexandre Kalil.

Para concluir o processo de transformação para SAF, o Atlético precisa de autorização de seu conselho deliberativo. Entretanto, com os novos problemas, pode ser que o processo seja afetado até que a situação com o conselho seja regularizada.