'Ele quer ficar. Não existe pedido de R$ 1 milhão para renovar', diz membro do estafe de Diego Alves

LANCE!
·2 minuto de leitura


Hugo Souza voltou a brilhar na noite desta quarta-feira, inclusive com uma defesa de pênalti, e o Flamengo venceu o Athletico-PR por 1 a 0, na Arena da Baixada, pela ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Mas Diego Alves, que retornou de lesão e ficou no banco de reservas, não deixou de ser assunto nas redes sociais. Motivos: concorrência aflorada e a não renovação do camisa 1 com o Rubro-Negro, ao menos até agora.

Em um vídeo recém-publicado por Rafael Cotta, do canal "Barbaridade", no YouTube, detalhes da novela envolvendo a negociação entre Diego Alves e Flamengo foram externados. Cotta é membro da agência que trabalha com o setor de marketing e imagem do goleiro, e, de acordo com ele, um "entrave no departamento financeiro" do Fla mudou o cenário, que já estava "resolvido", e impediu a confirmação do novo acordo, por ora.

- A questão já havia sido resolvida, não havia motivo aparente para retomar a discussão. Os valores tinham sido acordados e isso frustrou muito as partes. O Diego Alves foi relacionado para o jogo (contra o Athletico, nesta quarta-feira), mesmo sem saber se vai renovar ou não, porque está disposto a ajudar. Chegaram propostas boas para ele sair, o próprio Flamengo pediu para que ele ignorasse, e o próprio Diego Alves falou para o estafe que não quis ouvir (propostas que não fossem do Flamengo) e que quer ficar no Flamengo - disse Cotta, emendando:

- Estão jogando o cara (Diego Alves) contra a torcida, como fizeram no caso do Dorival Júnior. As partes devem chegar a um acordo, mas não julguem o Diego Alves como se fosse vilão. Aliás, não é história de vilão ou herói. É uma renovação. Basta esperar e torcer para que tudo corra com o melhor para o Flamengo e para o Diego Alves. Ele está sendo injustiçado. Quer julgar, julga, mas com as informações corretas. Havia uma contraproposta feita pelo Flamengo que foi aceita pelo Diego Alves.

O Flamengo está perto de anunciar um novo acordo válido por dois anos com Diego Alves, que está com 35 anos e chegou ao clube em 2017.