Egito volta à Copa da África com empate e recorde

AFP
Partida entre Egito e Mali, pela Copa da África, em Port-Gentil, no dia 17 de janeiro de 2017
Partida entre Egito e Mali, pela Copa da África, em Port-Gentil, no dia 17 de janeiro de 2017

Egito, o maior vencedor da Copa Africana, voltou à competição, nesta terça-feira, depois de três edições de ausência, mas não conseguiu sair de um empate sem gols contra Mali.

O jogo teve nível técnico baixo e ainda sofreu com o mau estado do gramado.

O maior atrativo da partida foi a quebra de recorde pelo goleiro egípcio Essam El Hadary, de 44 anos, que tornou-se o jogador mais velho a participar da Copa Africana de Nações-2017 (CAN-2017), quebrando o recorde do compatriota Hossam Hassan, que jogou a edição de 2006 com 39 anos, cinco meses e 24 dias.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

O goleiro começou no banco de reservas na partida, mas teve de entrar em campo aos 28 minutos, depois da lesão do titular Ahmed El Shenawy.

Terça-feira:

Mali - Egito 0 - 0

Gana - Uganda 1 - 0

Classificação: Pts J G N P bp bc dif

1. Gana 3 1 1 0 0 1 0 1

2. Egito 1 1 0 1 0 0 0 0

. Mali 1 1 0 1 0 0 0 0

4. Uganda 0 1 0 0 1 0 1 -1

Próximos jogos (horário de Brasília):

21/01 (14h00): Gana - Mali

21/01 (17h00): Egito - Uganda

25/01 (17h00): Egito - Gana

Leia também