Eficiente, Santos derrota Bahia na Vila

ALEXANDRE DE AQUINO
·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Santos recebeu o Bahia, neste domingo (1º), na Vila Belmiro, na Baixada Santista, pelo Campeonato Brasileiro, fez valer o mando de campo e venceu os visitantes por 3 a 1. Os quatro gols do confronto foram marcados no primeiro tempo. Agora em dez partidas na Vila pelo Nacional, o Peixe soma um aproveitamento de 53% dos pontos disputados. São quatro vitórias, quatro empates e duas derrotas. O Bahia, por sua vez, mostra fragilidade longe de seu território. Nesse cenário, o Tricolor baiano possui uma vitória, três empates e cinco derrotas, um aproveitamento de 22%. Com o resultado, os comandados de Cuca chegaram a 30 pontos em 19 partidas e estão na sexta posição, dois pontos atrás do Fluminense, último a ocupar o G-4. O Bahia, por sua vez, com 19 pontos em 18 jogos, está ameaçado pela zona de rebaixamento. O primeiro tempo começou agitado. E, apesar do placar exibido, o duelo foi bastante equilibrado. Fez a diferença a favor dos mandantes a eficiência nas finalizações. Enquanto os paulistas chutaram seis vezes e marcaram três gols, os baianos chutaram no gol de João Paulo em 12 oportunidades e só fizeram um. O triunfo começou a ser construído com Madson, aos 9min, aproveitando cruzamento de Soteldo. Marinho ampliou aos 25min, após receber passe de Jobson. O atacante chegou ao seu 12º gol no Nacional e é o vice-artilheiro da competição, atrás de Thiago Galhardo, do Inter, que anotou 15. Dois minutos depois, Daniel aproveitou cruzamento de Nino Paraíba e descontou para os visitantes. O terceiro do Santos veio com Jobson, aos 36min. Marinho pisou na bola e o volante bateu falta no meio da barreira, que abriu, no canto direito de Douglas. O goleiro do Bahia caiu na bola, mas, ao tentar agarrá-la, deixou que ela escapasse de suas mãos e fosse à rede. Na etapa final, o time de Cuca só se defendeu. Atrás no placar, o Bahia se lançou, teve mais posse de bola e ficou mais no campo ofensivo, mas abusou das jogadas aéreas, sem sucesso. SANTOS João Paulo; Madson, Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan; Jobson (Sandry), Pituca e Jean Mota (Lucas Lourenço); Marinho, Soteldo ( ngelo) e Kaio Jorge (Marcos Leonardo). Técnico: Cuca BAHIA Douglas; Nino Paraíba, Anderson Martins, Juninho e Juninho Capixaba; Gregore, Ronaldo (Elias) e Daniel (Clayson); Fessin (Rossi), Élber (Marco Antônio) e Gilberto (Saldanha). Técnico: Mano Menezes Estádio: Vila Belmiro, em Santos (SP) Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC) Assistentes: Helton Nunes e Johnny Barros de Oliveira (ambos do SC) VAR: Rodolpho Toski Marques (PR) Cartões amarelos: Madson, João Paulo, Marinho e Sandry (S); Juninho e Anderson Martins (B) Gols: Madson, aos 9min, Marinho, aos 25min, Daniel, aos 27min, e Jobson, aos 36min do primeiro tempo