Eficaz em campo, Athletico-PR vence o Galo dentro do Mineirão

Valinor Conteúdo
LANCE!
A partida no Mineirão foi muito disputada, mas o Furacão foi mais eficiente e levou os três pontos-(Foto: Divulgação/Athletico)
A partida no Mineirão foi muito disputada, mas o Furacão foi mais eficiente e levou os três pontos-(Foto: Divulgação/Athletico)


Apesar de movimentado, Atlético-MG e Athletico-PR aparentavam que não iriam sair do 0 a 0 no Mineirão, neste domingo, 24 de novembro, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Porém, o jovem Vitinho, de 20 anos, acertou um belo chute de perna esquerda e decretou mais uma vitória do Furacão, que continua fazendo uma campanha especial no Brasileiro, mesmo já garantido na Libertadores de 2020 por ter vencido a Copa do Brasil.

A partida teve bons lances, dois gols do Galo anulados, de forma correta e acabou sendo um resultado justo, pois o time paranaense demonstrou mais uma vez que, além de ser um time melhor, está melhor treinado e com um conjunto mais estruturado do que o alvinegro.

A vitória do Athletico não mexeu na posição dos dois times na classificação, já que Furacão se mantém na quinta colocação, agora com 56 pontos, enquanto o alvinegro de Minas continua com 41 pontos, ficando na 13ª posição.

Equilíbrio inicial

Galo e Furacão não economizaram nas energias no começo da partida, com ambos usando a velocidade para tentar chegar ao gol. Porém, o passe final não estava caprichado e havia poucos lances de perigo, tendo apenas duas intervenções de Santos em arremates de longa distância.

Gol anulado-VAR: parte 1

Di Santo sai sozinho na cara do goleiro paranaense, dribla Santos e chuta para o gol vazio, com o zagueiro quase conseguindo tirar a bola de dentro do gol. Alegria no Mineirão? Não! O bandeirinha marcou impedimento, que foi confirmado pelo VAR.














Furacão tenta reagir

Nikão foi o protagonista do único lance de perigo real do time paranaense, quando cabeceou para o gol, com a bola passando muito perto da meta de Cleiton.

Equipes voltam com mais correria

O segundo tempo do duelo Galo x Furacão começou em alta rotação, com os dois times buscando jogadas rápidas pelos lados do campo. O resultado: boas chances para ambos os lados, com prevalência do Atlético-MG, que ameaçou mais a meta de Santos.

Outro gol anulado- VAR: parte 2

Patric ficou cara a cara com Santos, virou o corpo e marcou o gol. Mais uma vez foi marcado impedimento, confirmado pelo VAR e pela árbitra Edina Alves Batista.

Que chutaço!

Vitinho pega um rebote da defesa atleticana, arruma o corpo e manda um belo chute de perna esquerda, sem defesa para Cleiton, abrindo o placar para o Athletico-PR. O jovem, revelação da base do Furacão garantiu mais três pontos para o campeão da Copa do Brasil.

Próximos jogos


O Galo joga na quarta-feira, 27 de novembro, contra o Bahia, em Salvador, às 21h. Já o Furacão terá pela frente o Grêmio, também na quarta, 27, na Arena da Baixada, às 21h30.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG 0 X 1 ATHLETICO-PR
Local: Mineirão-Belo Horizonte(MG)
Data-hora: 24 de novembro, às 16h
Arbitragem: Edina Alves Batista (SP)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho e Bruno Salgado Rizo (SP)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral(SP)
Cartões Amarelos: Otero, Geuvânio, Zé Welison(CAM), Thonny Anderson, Brian Romero(CAP)
Cartões Vermelhos:-
Público e Renda: 34.402 / R$ 209.440,00

Gol: Vitinho, aos 40’-2ºT

ATLÉTICO-MG: Cleiton; Patric, Léo Silva, Maidana e Fábio Santos; Zé Welison, Otero(Geuvânio, aos 31’-2ºT),Luan(Vinicius, aos 38’-2ºT), Cazares(Bruninho, aos 23’-2ºT) e Marquinhos; Di Santo.Técnico: Vagner Mancini

ATHLETICO--PR: Santos; Madson, Pedro Henrique(Robson Bambu, aos 30’-2ºT), Léo Pereira, Abner Vinícius; Wellington, Bruno Guimarães(Erick, aos 27’-1ºT), Thonny Anderson; Nikão, Vitinho e Marco Ruben(Brian Romero, aos 21’-2ºT). Técnico: Eduardo Barros(interino)




































Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também