"Efeito Bruno"! Veja como goleiro vem afetando rotina do Boa na Segundona Mineira

RADAR / LANCE! 

É inegável que a contratação de Bruno pelo Boa Esporte rendeu muita controvérsia. Porém, bastou um jogo para mostrar o impacto que o clube mineiro teve com a chegada do goleiro, que está solto devido a um habeas corpus concedido pelo STF, e recorrerá em liberdade do processo que o condenou a 22 anos e três meses de prisão pela morte de Eliza Samudio.

No empate em 1 a 1 do Boa Esporte com o Uberaba, pelo Hexagonal Final do Módulo II do Mineiro, o Dilzon Mello recebeu 1.772 pagantes (e um total de 2.600 presentes, pois o clube boveta realizou uma promoção na qual quem adquirisse um bilhete teria direito a outro ingresso). O público foi mais do que o triplo do que nas partidas anteriores do Boa Esporte pelo Módulo II: o maior público como mandante havia sido na vitória por 2 a 0 com o Araxá, que teve 935 pagantes (veja levantamento ao fim da matéria). Além disto, havia cerca de 60 jornalistas no Dilzon Mello acompanhando o retorno de Bruno aos gramados após 2.499 dias.

O clube de Varginha já confirmou uma promoção para o duelo contra o Betinense, no próximo sábado: segundo a assessoria, quem apresentar o comprovante do ingresso do empate com o Uberaba, pagará meia.

AUMENTO NA ESCOLTA E NADA DE FALAR DE ASSUNTO EXTRACAMPO

De acordo com informações da Rádio Clube de Varginha, a presença de Bruno rendeu algumas mudanças na rotina do Boa Esporte. Temendo hostilidades no dia em que realizaria sua estreia, o clube disponibilizou para o goleiro uma escolta de três ou quatro viaturas entre o hotel em que está hospedado e o Estádio Dilzon Mello. São 15 minutos para se dirigir ao local.

Após o choque inicial da presença do Bruno, não houve manifestações contrárias à sua presença no jogo contra o Uberaba. Os torcedores bovetas mostram apoio ao goleiro.

Já no treino, a tentativa é de "blindar" ao máximo o jogador de 33 anos. Após o empate em 1 a 1 com o Uberaba, o volante Radamés disse que se limitaria a falar sobre Bruno como atleta, deixando de lado o "caso Eliza Samudio". A situação judicial do goleiro também foi deixada de lado pelo técnico Julinho Camargo.

O Boa Esporte volta a campo pelo Módulo II nesta quarta-feira, fora de casa, contra o Patrocinense. Como será o novo capítulo do retorno de Bruno?

LEVANTAMENTO DO PÚBLICO DO BOA ESPORTE


COM BRUNO

8/4/2017 - BOA ESPORTE 1x1 UBERABA - Publico: 1.772 pagantes / Renda: R$ 12.605,00

SEM BRUNO

18/2/2017 - UBERLÂNDIA 0x1 BOA ESPORTE - Público: 168 pagantes / Renda: R$ 1.410,00

22/2/2017 - BOA ESPORTE 2x2 PATROCINENSE - Público: 357 pagantes / Renda: R$ 6.110,00

1/3/2017 - MAMORÉ 1x1 BOA ESPORTE - Público: 497 pagantes / Renda: R$ 3.980,00

5/3/2017 - BOA ESPORTE 1x2 UBERABA - Público: 699 pagantes / Renda: R$ 6.870,00

11/3/2017 - ARAXÁ 0x0 BOA ESPORTE - Público: 655 pagantes / Renda: R$ 4.640,00

15/3/2017 -
BOA ESPORTE 2x0 ARAXÁ - Público: 935 pagantes / Renda: 7.445,00

18/3/2017 - UBERABA 0x1 BOA - Público: 1.232 pagantes / Renda: R$ 17.940,00

22/3/2017 - BOA ESPORTE 0x0 MAMORÉ - Público: 646 pagantes / Renda: R$ 4.615,00

25/3/2017 - PATROCINENSE 1x1 BOA ESPORTE - Público: 1.350 pagantes / Renda: 19.500,00

1/4/2017 - BOA ESPORTE 0x2 UBERLÂNDIA - Público: 566 pagantes / Renda: R$ 4.145,00








































E MAIS: