Eduardo saca Willian e Zé, e escala Egídio e Róger Guedes para semifinal

O Palmeiras está definido para tentar fazer história no início de noite deste sábado. Precisando de uma goleada sobre a Ponte Preta para avançar à final do Campeonato Paulista, Eduardo Baptista fez mudanças na equipe e definiu uma formação ofensiva para atuar no Palestra Itália.

Assim, o Palmeiras vai a campo com Fernando Prass; Jean, Yerry Mina, Edu Dracena e Egídio; Felipe Melo; Róger Guedes, Guerra, Tchê Tchê e Dudu; Miguel Borja. As novidades no jogo são o lateral-esquerdo Egídio, que entra na vaga de Zé Roberto, e o atacante Róger Guedes, que ganha a vaga de Willian Bigode.

Já o banco de reservas alviverde terá Jailson, Vitor Hugo, Fabiano, Zé Roberto, Thiago Santos, Michel Bastos, Raphael Veiga, Willian, Erik, Alecsandro, Keno e Rafael Marques.

A Ponte Preta também está definida com Aranha; Jeferson, Marllon, Yago e Artur; Fernando Bob, Elton e Jadson; Lucca, Pottker e Clayson.

Para o confronto, 38 mil ingressos haviam sido vendidos antecipadamente até o início da tarde deste sábado. Em entrevistas coletivas na Academia de Futebol, o técnico Eduardo Baptista, o zagueiro Edu Dracena, e o goleiro Fernando Prass mostraram otimismo pela classificação alviverde, e a torcida alviverde compareceu ao treino de sexta-feira para demonstrar apoio ao time.

Leia mais:

Sem fazer jogador chorar, Eduardo se apega a exemplos recentes

Além de vaga na final, Dudu e Pottker brigam por objetivos pessoais

O Palmeiras enfrenta a Ponte Preta às 19h (de Brasília), no Estádio Palestra Itália, pelo jogo de volta da semifinal do Campeonato Paulista. Após perder o primeiro jogo por 3 a 0, em Campinas, o Alviverde precisa de uma goleada por quatro gols de diferença para avançar, ou um triunfo por três tentos de vantagem para levar a decisão para os pênaltis.