Torcedores do PSG fazem foguetório na frente do hotel do Real Madrid

EFE

Paris, 6 mar (EFE).- Dois torcedores do Paris Saint-Germain foram detidos na noite desta segunda-feira, em frente ao hotel onde está concentrada a delegação do Real Madrid, na capital francesa, confirmaram hoje fontes da polícia local à Agência Efe.

Cerca de 50 indivíduos, considerados ultras do PSG, se dirigiram para as instalações onde estão jogadores, integrantes de comissão técnica e dirigentes, logo nas primeiras horas da madrugada.

Em frente ao hotel, localizado perto do Arco do Triunfo, soltaram fogos de artifício, gritaram e entoaram cantos ofensivos contra o adversário do duelo desta terça-feira, pela volta das oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa.

Na chegada da polícia, o grupo se dispersou rapidamente, mas duas pessoas acabaram sendo detidas.

Além disso, outros ultras se dirigiu ao hotel onde estava hospedada a delegação do Paris Saint-Germain, onde também houve muitas hostilidades contra o Real Madrid.

Vários jogadores do time francês, entre eles os goleiros Alphonse Areola e Kevin Trapp, o lateral-esquerdo Layvin Kurzawa e o volante Adrien Rabiot chegaram a aparecer para os torcedores e apresentaram cartazes ofensivos ao atual bicampeão continental.

No jogo desta terça-feira, o clube francês permitiu acesso a um grupo de ultras nas arquibancadas do Parc des Princes, depois de longo período de veto. EFE


Leia também