Eduardo exalta movimentação fundamental de Borja sem a bola

Após ficar quase um mês sem marcar gols pelo Palmeiras, Miguel Borja balançou as redes nas duas últimas partidas do Verdão, em triunfos contra o Novorizontino pelas quartas de final do Campeonato Paulista. A explicação para a melhora pode estar na movimentação do colombiano, que vem trabalhando o quesito como técnico Eduardo Baptista.

“Borja está se adaptando, entendendo o espírito da equipe. Está aprendendo a jogar sem bola. Antes do jogo, de manhã, fizemos uma edição de lances sem bola. Ele precisa nos ajudar muito desta maneira e entendeu bem o que a gente quer. Aí, os gols vão aparecendo. Com os companheiros municiando, ele vai fazer os gols”, disse o treinador.

Nesta sexta-feira, em duelo no Pacaembu, a movimentação de Borja sem a bola foi fundamental para o triunfo alviverde. Graças a isso, Willian pôde aparecer livre de marcação como centroavante, na posição do colombiano, para fazer o primeiro gol alviverde.

O trabalho sem bola mostrou resultado também no segundo gol, quando Borja entrou na área e recebeu passe de Guerra para ampliar a vantagem. Não à toa o venezuelano e Willia fizeram seus melhores jogos pelo Palmeiras.

“Estou cada vez melhor, graças a Deus, e feliz por mais um gol marcado. Quarta-feira vamos jogar na nossa casa e temos que ganhar.”, disse o atacante, que chegou a quatro gols em seis partidas pelo Paulistão, mas já mira o duelo na Copa Libertadores.

Leia mais:

Felipe Melo descarta secar rivais por facilidade na semi: “Aqui é Palmeiras”

Dudu valoriza insistência por gol nessa sexta e destaca sede de título

Eduardo se inspira em Academia de Ademir e exalta movimentação

O Alviverde agora volta suas atenções para seu principal objetivo na temporada. Nesta quarta-feira, a equipe recebe o Peñarol, em sua volta ao Palestra Itália, às 21h45 (de Brasília), pela terceira rodada da fase de grupos da Copa Libertadores.