Eduardo espera ter Michel nas quartas e lamenta lesão de Guerra

Michel Bastos não enfrentou a Ponte por causa de uma entorse no tornozelo, mas tem boas chances de enfrentar o Novorizontino. Técnico diz que Guerra provavelmente jogaria

Desfalque do Palmeiras na rodada final da primeira fase, Michel Bastos tem boas chances de integrar a equipe titular no jogo de ida contra o Novorizontino, às 19h de domingo, fora de casa, pelas quartas de final do Paulistão. O técnico Eduardo Baptista diz que espera pelo camisa 15 e lamenta por ter perdido Guerra, que voltou da seleção venezuelana com o nariz fraturado e com uma lesão no quadril.

- A gente vai avaliar, o Michel ontem fez um trabalho de transição. Ele sofreu uma leve entorse e por isso não enfrentou a Ponte. Temos o Mina de volta, o Borja... Só lamentamos por não ter o Guerra, que tinha enormes chances de jogar, mas temos elenco. Vamos com força máxima - disse o treinador.

O treino desta sexta-feira será todo fechado para os jornalistas, mas a escalação não deve ter grandes surpresas. Sem Guerra, é provável que Róger Guedes preencha a linha de quatro armadores ao lado de Tchê Tchê, Dudu e do próprio Michel Bastos. Uma outra alternativa seria Keno.

- Keno fez um bom papel, o Guedes está crescendo e eu estou vendo o melhor momento de cada um. O Guedes saiu do time em um momento bom do Keno e hoje está se consolidando, vai ter de continuar assim. O Hyoran entrou bem, ganhou 5kg de massa muscular, e ganhamos boas opções para o lugar do Guerra. Tem o Michel, o Veiga entrou bem. Teremos tempo para treinar. Mas a espinha dorsal não muda - comentou.

O provável Palmeiras tem Fernando Prass, Fabiano, Mina, Edu Dracena e Egídio; Felipe Melo; Róger Guedes, Michel Bastos, Tchê Tchê e Dudu; Borja.

O zagueiro Vitor Hugo e o lateral-esquerdo Zé Roberto estão suspensos. Entre os inscritos, Jean e Guerra são os únicos machucados.









E MAIS: