Eduardo conta Fabiano e Tchê Tchê e estuda usar Borja como titular

Depois de esboçar o time com Guerra, treinador fará um novo teste na atividade desta quinta, no Pacaembu, sem a presença de jornalistas. Keno e Michel estão na disputa

Eduardo Baptista define o Palmeiras que enfrentará o São Paulo em um treino fechado, nesta sexta-feira. Enquanto estuda quais jogadores mais desgastados terá de poupar, o técnico conta com as voltas de Fabiano e Tchê Tchê para o Choque-Rei deste sábado. Borja, mesmo tendo começado a partida contra o Atlético Tucumán (ARG), pode mais uma vez ser titular.

- Vamos decidir se ele (Tchê Tchê) começa agora no treinamento, mas ele já está pronto. O jogador para atingir seu auge físico precisa de jogo, mas ele está no ponto. Poderíamos ter levado para a Argentina, mas perderíamos um tempo de treinamento. Ele teve uma preparação especial para esse jogo. A ideia é começar com ele, dar ritmo para ele - explicou o treinador.

- O Jean fez grande segundo tempo na Argentina. A gente com um a menos, dobra toda hora em cima, ele marcou bem e chegou. A gente procura um atleta para descansá-los em alguns momentos. O Thiago (Santos) e o Felipe (Melo) cansaram um pouquinho, pararam de fazer algumas coberturas, e ele apareceu. A primeira opção é o Fabiano, que vem de lesão, vamos estudar hoje (sexta) - complementou.

Antes do jogo contra o Tucumán Eduardo já avisava que iria poupar os atletas mais cansados no clássico. Jean, Edu Dracena, Zé Roberto e Dudu estão entre os que vem atuando com frequência e podem receber descanso. Felipe Melo, suspenso, será outro desfalque.

Tchê Tchê, que fraturou o ombro esquerdo na primeira rodada do Paulista, e Fabiano, que machucou a coxa contra o Ituano, já treinam sem limitações. Uma possível escalação tem: Fernando Prass; Fabiano, Mina, Vitor Hugo e Egídio; Thiago Santos e Tchê Tchê; Michel Bastos, Guerra e Willian; Borja (Róger Guedes). A escalação no ataque pode mudar se o camisa 12 apresentar desgaste depois de sua primeira partida como titular.

- Só erra quem está lá, e o Borja teve três chances (contra o Tucumán) porque esteve lá, se posicionou bem. O grande atacante é o que se supera nesse momento. Ele entrou dois jogos, fez dois gols. Agora ele vai mostrar quem ele é, depois de errar três gols, não sei nem se teve erro, porque em dois lances foram por mérito do goleiro. Vamos avaliar. Se ele responder bem fisicamente, entra jogando. Senão é uma opção muito forte para entrar - completou.

O jogo contra o São Paulo é válido pela oitava rodada do Campeonato Paulista. Até agora, o Palmeiras tem 15 pontos e lidera o Grupo C do Estadual. O clássico começa às 16h e mais de 31 mil ingressos já foram vendidos antecipadamente.











E MAIS: