Eduardo Baptista sobre Liga dos Clubes: "Dirigentes só pensam no dinheiro e nada pelo futebol"

Eduardo Baptista, no jogo do Juventude contra o Botafogo. Foto: Thiago Ribeiro/AGIF (Thiago Ribeiro/AGIF)

A futura e desejada Liga Brasileira de futebol, ainda não saiu do papel. Os debates acontecem há anos e vários modelos já foram discutidos, sem uma solução que agrade todo mundo. Enquanto os presidentes não chegam a um acordo, técnicos e jogadores seguem seu trabalho, num calendário achatado e desgastante.

O técnico do Juventude, Eduardo Baptista, foi um dos que se manifestou, com posição firme a respeito de uma Liga de Clubes, sem muito otimismo.

"A gente vê a briga por dinheiro pelos clubes, né! A gente não vê nada pelo futebol. A briga é a mesmo. Seja o nome de Liga ou o nome que for. Não vemos mudanças nos dirigentes que fazem futebol. Na maioria, são os mesmos, passionais, que não têm noções técnicas e táticas das suas equipes. Muito complicado. A briga é só para ver quem fica com mais dinheiro. Se a gente visse uma preocupação de igualar e fortalecer o futebol brasileiro, dividiria a quantia de forma igualitária para todos os clubes. Os grandes querem 10x, os menores X. Ninguém está preocupado com o futebol, e sim com o próprio umbigo. Enquanto não houver uma discussão pela melhoria do futebol brasileiro, não vejo nada sério pelos nossos dirigentes", afirmou, em entrevista exclusiva à Rádio Bandeirantes, com a presença do blog.

O Juventude disputa a Série A do Brasileiro e enfrenta o São Paulo, na terceira fase da Copa do Brasil. No primeiro jogo, houve empate de 2 a 2, em Caxias do Sul. O confronto da volta acontece nesta quarta-feira, em Barueri.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos