Eduardo Baptista cita pênalti desperdiçado como 'culpado' em revés do Juventude

·1 min de leitura
AssCom Dourado


O Juventude conheceu na noite do último domingo mais uma derrota no Campeonato Brasileiro. Desta vez, o algoz foi o Cuiabá, em pleno Alfredo Jaconi.

- VEJA A TABELA DO BRASILEIRÃO

Na coletiva de imprensa, o técnico Eduardo Baptista explicou que o pênalti desperdiçado por Isidro Pitta, no início da etapa final, foi determinante para o revés.

‘Existe uma palavra chamada de resiliência, não é a quantidade de vezes que você cai, mas sim quantos você levanta. De novo, tivemos um primeiro tempo muito bom, tivemos oportunidades por dentro e pelo lado. A gente perde um pouco de terreno no final do primeiro tempo com a lesão do Yuri e daí demos um pouco de campo para a equipe do Cuiabá, mas sem também efetividade. Na volta do intervalo, ajustamos algumas situações e voltamos a criar até termos o pênalti. É claro que o desperdício fez com que a gente desanimasse para a sequência do jogo’, analisou Eduardo Baptista.

Com a derrota em casa, o Juventude encerra a rodada do Brasileirão na penúltima colocação, com 1 ponto conquistado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos