Edu Dracena diz que o Palmeiras é o time a ser batido hoje

·2 minuto de leitura
Edu Dracena foi zagueiro vitorioso no Palmeiras e hoje é gerente de futebol. Foto: Bruno Ulivieri/AGIF
Edu Dracena foi zagueiro vitorioso no Palmeiras e hoje é gerente de futebol. Foto: Bruno Ulivieri/AGIF

O Palmeiras ganhou os títulos da Libertadores da América e Copa do Brasil e defende a taça do Campeonato Paulista contra o São Paulo, em dois jogos da decisão. Para muitos, pelos retrospectos recentes, o Palmeiras é o favorito para mais uma conquista. 

O gerente de futebol, Edu Dracena, admite que hoje o Palmeiras virou o time a ser batido pelos adversários. 

Leia também:

"É claro que hoje o Palmeiras, por tudo que vem fazendo nos últimos anos, é o time a ser batido visto pelas pessoas. A gente sabe o quanto isso representa para nós que trabalhamos no clube, dentro do grupo, onde a cobrança e exigência é muito maior para que todos possam estar vencendo e disputando os campeonatos. Ao mesmo tempo, os adversários olham para o outro lado e veem que terão que jogar muita bola para ganhar do Palmeiras. Tem os dois lados, mas a equipe está vindo muito consistente como time. É difícil o Palmeiras sofrer na partida pelo esquema tático e por saber o que tem quer ser feito. Acho que os jogadores e comissão técnica estão de parabéns e vamos em busca de mais títulos porque quanto mais títulos, você fica mais lembrado e deixará sua marca na história do clube. Os jogadores estão cientes disso", afirmou em entrevista exclusiva à Rádio Bandeirantes, com a presença do blog

Dracena também falou sobre o trabalho de Abel Ferreira à frente do elenco.

"Ele está muito feliz dentro do clube. Ele me falou que tudo que ele pede o clube dá, corre atrás e que é muito difícil algum clube europeu ter uma estrutura como o Palmeiras tem hoje. Então, ele quer dar o melhor pelo clube. Sempre passou isso para a gente, está muito feliz. A gente espera que ele possa permanecer muito tempo conosco aqui no Palmeiras", concluiu. 

Abel Ferreira tem contrato até 30 de junho de 2022. O técnico português tem 58 jogos com 31 vitórias, 12 empates e 15 derrotas.