Edu Dracena discorda de Willian e espera que Palmeiras “aprenda”

O experiente Edu Dracena deixou o campo no Allianz Parque muito sereno, apesar da vitória dramática e depois de muita confusão no duelo com o Penãrol, pela terceira rodada da Copa Libertadores da América. Para o zagueiro, o Palmeiras precisa comemorar o fato de ter vencido em um jogo que deixou muitas lições do que a equipe não pode fazer se quiser ter um futuro promissor dentro da competição continental.

“Por mais que, de repente, tenha sido um jogo truncado, amarrado, quando a gente colocou a bola no chão, conseguimos jogar. Ainda bem que aprendemos em uma vitória, porque o pior seria se aprendesse num empate ou em uma derrota aqui, que nos ia custar muito caro, como aconteceu ano passado, que estávamos com um empate e uma vitória, e a gente perdeu em casa para o Nacional e nos complicou. Que hoje nos sirva de lição, de não entrar no jogo deles e fazer o nosso jogo, com a bola no chão a gente vai criar inúmeras chances”, avisou Dracena, em entrevista ao Sportv, antes de completar.

“A gente aprende que quando tiver chance, tem que matar. Eles não perdoaram e, em duas chances que tiveram, fizeram os gols. A gente teve inúmeras chances de fazer os gols”.

O discurso vai de encontro com o que disse o atacante Willian, autor do primeiro gol da equipe, logo no início do segundo tempo. Para Willian, apesar da expulsão de Dudu e das inúmeras discussões entre os atletas, o Penãrol não conseguiu desestabilizar os palmeirenses.

“Isso é o espírito de Libertadores. Mostramos nossa força e sabemos que não vai ter jogo fácil. O Peñarol é uma equipe chata, eles têm essa catimba, gostam de segurar, de provocar, o tempo todo querendo falar. Nossa equipe não caiu nessa pilha”, opinou, evitando apontar falhas individuais nos dois gols de bola parada que o Verdão sofreu em casa.

“A equipe está de parabéns pelo espírito de luta, pela entrega, pela persistência, e fomos coroados pelo gol do Fabiano no final. Quando erra, erra todo mundo. Não é o momento de falar de algum erro, mas isso tem que ser corrigido internamente. A gente sabe que tem que consertar algumas coisas, mas temos que valorizar a grande vitória”, concluiu Willian.