Edu Dracena detona arbitragem após derrota do Santos em clássico: 'Estou cansado disso'


O Santos acabou derrotado pelo São Paulo por 2 a 1, nesta segunda-feira, no Morumbi, mas o time da Baixada não aceitou muito o resultado. Isso porque, o lance do pênalti que decidiu o clássico foi motivo de muita reclamação depois da partida. Tanto é que Edu Dracena, executivo de futebol do clube, detonou a arbitragem em discurso para a imprensa. CBF e Vuaden foram os alvos dele.

GALERIA
> ATUAÇÕES: Atacantes vão bem, mas defensores falham em derrota do Santos

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2022 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

A jogada tão discutida aconteceu antes da penalidade, quando a bola saiu em lateral, que deveria ter sido apontado para o Peixe, mas o Tricolor cobrou rápido com Alisson e o lance seguiu até que no cruzamento Rodrigo Fernández desviou com o braço e o VAR chamou Leandro Vuaden para analisar o vídeo. A infração foi admitida e o pênalti marcado, mas a irregularidade anterior não.

Segundo relatos no Morumbi, Dracena teria inclusive tentado discutir com o árbitro do jogo logo após o apito final. Caso isso se confirme, o homem de preto deve colocar o ocorrido na súmula. Mas o dirigente santista não perdeu tempo e convocou os jornalistas para um comunicado na sala de imprensa do Cícero Pompeu de Toledo, onde ele mandou um recado para os responsáveis.

- Eu estou fazendo um apelo aqui para vocês da CBF, melhorem a nossa arbitragem, que nós também temos que melhorar nosso futebol, todos nós temos e eu estou cansado de fazer isso, o pessoal vir aqui e estragar um clássico que estava disputado, um ponto pode fazer a diferença tanto para ser campeão, quanto para o rebaixamento, ou brigar pela Libertadores. Que vocês reflitam, que apitem direito, eu não quero ser beneficiado, mas também não quero ser prejudicado. Estou cansado disso aqui - declarou Edu.

Dracena também relembrou outros lances em que o Peixe se sentiu prejudicado recentemente, entre eles um na primeira rodada do Brasileirão, em empate com o Fluminense, no Maracanã, em que teria havido um pênalti não marcado para o clube, além de um na Copa do Brasil. O dirigente santista se comprometeu a melhorar o futebol, enquanto a CBF melhora a arbitragem.

- Os árbitros tem que melhorar, como nós temos que melhorar, e eu estou aqui indignado, porque estou cansado de ficar mandando ofício para a CBF. Se você pegar aqui, pênalti para o Santos contra o Fluminense, nem foi ver o VAR e todo mundo falou que foi pênalti. O pênalti contra o Coritiba, no Zanocelo, os caras conseguiram falar que bateu o cotovelo. É brincadeira. O pênalti que teve no Madson, na Copa do Brasil, deram sem a bola. Nem isso ele viu, bandeirinha estava do lado - esbravejou o executivo do Santos.

Com a derrota, o Santos fica com a sexta colocação no Brasileirão, com sete pontos. Agora, o time da Baixada já foca no próximo duelo, com a Universidad Católica, do Equador, pela Copa Sul-Americana, nesta quinta-feira. A delegação embarcará para território equatoriano em voo fretado pelo clube.

Executivo de futebol do Santos, Edu Dracena
Executivo de futebol do Santos, Edu Dracena

Edu Dracena reclamou com a CBF (Foto: Divulgação/Santos)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos