Eder se despede do São Paulo, mas com valores a receber

Eder tinha um dos maiores salários do elenco atual do São Paulo (Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)


Eder não jogará mais pelo São Paulo. O atacante deixa o Tricolor paulista após duas temporadas e não será mais opção para 2023. Sem ter conquistado tanto espaço como titular no setor ofensivo neste ano, sequer estará em campo neste domingo (13), contra o Goiás, no último jogo do Tricolor no Campeonato Brasileiro.

ATUAÇÕES: Nestor tira chance de “redenção” de Igor Gomes em noite ruim do São Paulo

Veja tabela do Campeonato Brasileiro e simule os próximos jogos

Somando a temporada 2021 e 2022, Eder vestiu a camisa do Tricolor em 75 jogos ao todo, sendo 29 deles em 2021 e 46 neste ano. Além disso, soma onze gols marcados.

Neste ano, o jogador perdeu espaço no ataque de Rogério Ceni para Luciano e Calleri. Das partidas dessa temporada 2022, em 26 começou como reserva. A última vez que entrou em campo foi contra o Atlético-GO, em outubro, pelo Campeonato Brasileiro.

A saída de Eder foi confirmada pelo LANCE!. Conforme o L! também apurou, o São Paulo e o jogador negociaram um acordo de dois anos para pagamento parcelado de valores que ainda estão pendentes, referentes a bichos e luvas a receber.

Mesmo não tão aproveitado no elenco atual, o salário de Eder era um dos mais caros, estimado em cerca de 550 mil reais mensais. Eder já é a terceira saída confirmada do São Paulo, sendo que ainda nesta semana, Miranda e Luizão também encerraram seus vínculos com o clube.