Empresários chineses demonstram interesse em investir no Colo Colo

Santiago (Chile), 31 mar (EFE).- O presidente do Colo Colo, Aníbal Mosa, está em processo de negociação para vender suas ações do clube a um grupo de empresários chineses, informou nesta sexta-feira o jornal "El Mercurio".

Se a negociação evoluir, os empresários chineses, que não foram identificados pela publicação, ficarão com os 29,8% de participação que pertencem a Mosa atualmente. O dirigente não confirmou nem negou a informação.

"Não posso dizer nada a respeito porque assinei um compromisso de confidencialidade", explicou o mandatário do clube chileno ao jornal.

Outras fontes do Colo Colo, que também não se identificaram, disseram que não tinham autorização para divulgar o nome do grupo investidor.

"O que se pode antecipar é que Aníbal (Mosa) está pensando seriamente porque é uma oferta conveniente. Se for concretizada, o negócio será feito nestes dias", detalhou uma fonte.

Se a oferta dos chineses for aceita, Mosa não perderá necessariamente a posição no alto comando da Blanco e Negro, a empresa que administra o Colo Colo, pois se manteria no cargo pelo menos por mais um ano, em uma etapa de transição. EFE