Contagem regressiva? Cada vez mais líder do Brasileiro, Atlético-MG vence o Athletico na Arena da Baixada

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·3 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
CURITIBA, BRAZIL - NOVEMBER 16: Players of Atletico Mineiro, celebrate their team's first goal scored by Matías Zaracho (not in frame) during a match between Athletico Paranaense and Atletico Mineiro as part of Brasileirao 2021 at Arena da Baixada on November 16, 2021 in Curitiba, Brazil. (Photo by Heuler Andrey/Getty Images)
Jogadores do Galo comemoram o gol de Zaracho (Foto: Heuler Andrey/Getty Images)

Mais um paso dado rumo ao título. O Atlético-MG derrotou o Athletico por 1 a 0, go, de Zaracho, na tarde de terça-feira, 16 de novembro, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro, na Arena da Baixada, em Curitiba.

Assim, com mais três pontos, o alvinegro rompeu a barreira dos 70 pontos, alcançando 71 na tabela de classificação, ficando a duas vitórias em seis jogos ainda por fazer, já que não atuou na 32ª rodada, contra o Bahia, pois o duelo foi adiado para o dia 2 de dezembro. 

Leia também:

Para o time paranaense, o revés o deixa na 11ª posição, mas com apenas cinco de frente para os times que estão na zona de rebaixamento. O foco do Furacão é a decisão da Copa Sul-Americana, no sábado, 20, contra p Red Bull Bragantino. Por isso, Alberto Valentim colocou time reserva diante dos mineiros.

Mesmo assim, foi um duelo duro para o alo, que contou mais uma vez com o talento e bom entrosamento do seus homens de frente. Keno, Hulk e Zaracho fizeram uma grande jogada no gol que garantiu os três pontos fora de casa. 

Grande visitante

O time alvinegro conseguiu 28 dos seus 71 pontos. O melhor aproveitamento de toda a Série A do Brasileirão. O Galo chegou a sua 22ª vitória e se o histórico do campeonato prevalecer, até com 74 pontos pode se sagrar campeão.

Vexame de “torcedores”

Infelizmente houve uma briga entre torcedores do Galo e do Furacão, que teve de ser controlada pela polícia. O confronto se originou na torcida mineira, que deu vexame na Arena da Baixada.

Galo “frio” e eficaz

O momento de maturidade do alvinegro é tão bom, que consegue abrir o placar nas horas certas, desmontando as estratégias de jogo dos rivais. Frieza e eficácia rumo ao titulo.

E o Galo? O Galo ganhou

O bicampeonato nacional está cada vez mais perto e o Atlético está fazendo por merecer levantar o sonhando caneco, que não vem há 50 anos.

Próximos jogos

O alvinegro encara o Juventude no sábado, 20 de novembro, às 19h, no Mineirão. Já o Furacão volta a campo também no sábado, mas pela final da Copa Sul-Americana, diante do Red Bull Bragantino. Pelo Brasileiro, o time do Paraná entra em campo no dia 24 de novembro, contra o São Paulo.


FICHA TÉCNICA DA PARTIDA

ATHLETICO-PR 0 X 1 ATLÉTICO-MG
Data: 16 de novembro 2021
Horário: 16h(de Brasília)
Local: Arena da Baixada, Curitiba (PR)
Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)
Assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade e Jose Reinaldo Nascimento Junior (ambos do DF)
VAR: Daniel Nobre Bins (RS)

Gols: Zaracho, aos 44’-1ºT(0-1)

Cartões amarelos: Carlos Eduardo, (ATH), Jair (ATL), Diego Costa (ATL)

Cartões vermelhos:

ATHLETICO-PR (Técnico: Alberto Valentim)

Bento; Lucas Fasson, Zé Ivaldo e Nicolás Hernández; Khelven, Juninno, Christian, Jáder(Jaderson, aos 21’-2ºT), Márcio Azevedo(Erick, aos 34’-2ºT), Carlos Eduardo, Pedro Rocha (Rômulo, aos 34’-2ºT)


ATLÉTICO-MG (Técnico: Cuca)

Everson, Guga (Mariano, aos 43’-2ºT), Nathan Silva, Réver e Dodô; Jair, Allan (Igor Rabello, aos 41’-2ºt), Zaracho, Keno (Dylan Borrero, aos 33’-2ºT); Hulk (Sasha, aos 41’-2ºT) e Diego Costa (Nathan, aos 33’-2ºT)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos