Dybala, enfim, negativo para o Covid-19: atacante da Juve viveu mês de incertezas na quarentena

Goal.com

Finalmente, Paulo Dybala pode dizer que está livre do coronavírus Covid-19. Depois de testar positivo quatro vezes para o vírus, o jogador revelou por meio de suas redes sociais que está curado.

O atacante foi um dos primeiros atletas profissionais a testarem positivo para o vírus, no dia 21 de março, seguindo Rugani e Matuidi, seus companheiros no clube italiano, já curado desde meados de abril. 

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Mesmo tendo histórico de atleta e estando no ápice da forma física, com 26 anos, Dybala sofreu muito com o coronavírus: o argentino relatou ter ficado com falta de ar por dias, de cama, sem conseguir respirar. Depois de algum tempo e de aparentar ter se recuperado, foi testado novamente, mas o exame apontou que ele tinha carga viral em seu corpo.

O mesmo se repetiu em outros dois exames: ainda que o jogador estivesse assintomático, a presença do vírus em seu organismo fazia com que ele fosse um risco de transmissão para outras pessoas.

Neste meio tempo, Dybala continuou realizando treinamentos dentro de casa e até chegou a aparecer na live da cantora Anitta, nesta última terça-feira (5).

No entanto, ainda não há nenhum prognóstico para que o argentino possa voltar aos gramados: não existe qualquer definição na Itália para o retorno da Serie A.

Leia também