Dybala: "difícil" jogar com Messi e, agora, também com Cristiano Ronaldo?

Goal.com

Todos se lembram da polêmica declaração de Dybala, falando que era difícil jogar ao lado de Lionel Messi. Agora, o camisa 10 da Juventus também está vendo que jogar com Cristiano Ronaldo não tem sido muito fácil para ele.

Desde sua chegada a Turim, um dos grandes desafios de Maurizio Sarri é fazer com que Dybala funcione ao lado de Cristiano Ronaldo no ataque da equipe. A princípio, a dupla deveria funcionar muito bem, visto que, pelas características, os jogadores se complementam. Um joga mais centralizado, o outro mais pelos lados. Um é destro, o outro canhoto. Um mais finalizador, o outro prefere construir as jogadas. Um mais objetivo, o outro gosta mais do drible.

Porém, a dupla está longe de funcionar da melhor maneira possível. Antes do empate entre Juventus e Milan, pela Copa da Itália, o próprio treinador admitiu isso ao canal oficial do clube.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

“Dybala? Ele é um jogador fantástico. A questão é saber como fazer com que ele e Ronaldo joguem juntos. Não é fácil, taticamente falando”, explicou o treinador.

Cristiano Ronaldo Paulo Dybala Milan Juventus
Cristiano Ronaldo Paulo Dybala Milan Juventus
Foto: Getty Images

O problema para jogar com Messi, apesar de ter sido tão polêmico, era mais compreensível. Os dois jogadores atuam praticamente na mesma posição e possuem muitas características semelhantes. Às vezes é realmente difícil de se adaptar a uma nova função ou se entender com um jogador que atua de maneira muito parecida, mesmo que esse jogador seja seis vezes melhor do mundo e um dos melhores da história.

Mas esse problema não deveria estar acontecendo com Cristiano Ronaldo. Alguns torcedores da Juve culpam o treinador por não encontrar um lugar em campo para os dois, outros acham que o argentino deva se adaptar ao craque português. 

Mesmo assim, Sarri sabe que ter essa “dor de cabeça”, com dois jogadores de incrível qualidade, é um privilégio que poucos técnicos do mundo podem ter.

“Quando dois jogadores têm tantas qualidades e podem fazer a diferença a qualquer momento, o resto da equipe deve se adaptar. É bom ter esses problemas", destacou o italiano.

Agora, com a volta do futebol na Itália, a dupla precisa se adaptar o quanto antes. A Juventus já garantiu sua vaga na final da Copa da Itália, mas com dificuldades e graças a um gol marcado fora de casa, após dois empates contra o Milan. Agora, Inter de Milão e Napoli se enfrentam pela outra vaga na decisão.

Mas a grande missão da dupla é garantir o Scudetto à Juve. A Lazio está apenas um ponto atrás e promete dificultar ao máximo a corrida pelo título. Chegou a hora de Dybala e Cristiano Ronaldo se entenderem dentro de campo.

Leia também