Dupla de zaga Gómez-Luan fica em xeque no Palmeiras de Mano

Goal.com

O futebol dá muitas voltas, e a mais nova disputa na zaga palmeirense é um bom exemplo disso. Se no excelente primeiro semestre feito sob o comando de Luiz Felipe Scolari, antes da pausa para a Copa América, a dupla de zaga entre Luan e Gustavo Gómez chegou até a romper a barreira dos mil minutos sem sofrer gols, agora com Mano Menezes, que chegou à área técnica após uma queda gigante no desempenho do time, a tendência é que eles disputem entre si uma vaga ao lado de Vitor Hugo.

Titular nas conquistas da Copa do Brasil em 2015, e Brasileirão de 2016, Vitor retornou ao Palmeiras após duas temporadas no futebol italiano, onde defendeu a Fiorentina, e passou a ser mais escalado entre os titulares do Alviverde: fez dupla com Luan no empate com o Bahia, depois esteve ao lado de Gómez na derrota elástica por 3 a 0 para o Flamengo, e enquanto o paraguaio estava com a sua seleção, voltou à parceria com Luan nos dois primeiros jogos de Mano Menezes: vitórias por 2 a 1 sobre o Goiás e 3 a 0 contra o Fluminense.

A expectativa é que, neste sábado (14), diante do Cruzeiro, Luan e Vitor Hugo voltem a formar o miolo de zaga. A principal razão que justifica esta escolha é que, ainda que Mano não queira punir os atletas que estavam com suas seleções – caso do goleiro Weverton, que esteve com o grupo de Tite e voltará à meta palmeirense diante dos mineiros – Gustavo Gómez teve apenas dois dias de atividades sob os olhos do novo treinador.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Também vale destacar que a primeira impressão de Gustavo Gómez ao lado de Vitor Hugo não foi nada boa. Contra o Flamengo, o paraguaio precisou ser deslocado para o lado direito da zaga e sua péssima exibição ganhou repercussão maior por causa da expulsão, sofrida no segundo tempo, após entrada dura sobre Bruno Henrique. Com Luan, mais acostumado à faixa destra do setor, o encaixe tem sido melhor nas três oportunidades até o momento.

Com Mano, Vitor Hugo pode ganhar ainda mais força

Vitor Hugo Palmeiras Fluminense Brasileirão 13 09 2019
Vitor Hugo Palmeiras Fluminense Brasileirão 13 09 2019
(Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)

E por que não voltar à dupla campeã brasileira em 2018, e que foi uma das responsáveis por um primeiro semestre de 2019 tão bom? A queda brusca nos resultados, com eliminações em Copa do Brasil e Libertadores, além da perda da ponta no Brasileirão, ainda sob o comando de Luiz Felipe Scolari, ajudam um pouco a explicar o motivo. O outro, evidentemente, está na chegada de Vitor Hugo.

O zagueiro de 28 anos, inclusive, já começa a ‘era Mano Menezes’ ganhando moral com o treinador em um quesito específico: a posse de bola, cuja importância vem sendo destacada pelo treinador em sua chegada à Academia.

“Pedem muito para ficarmos com a bola no pé. Se estiver fechado de um lado, não tentar o chutão, mas voltar. Só em última instância, último caso mesmo, chutar para frente. É para procurar não chutar de qualquer forma, mas procurar os atacantes em um espaço vazio. E trabalhar bastante a bola, usar bastante o giro entre os zagueiros e até o goleiro, se necessário. É bacana, porque é um futebol que te deixa com a bola e, quando você está com a bola, não toma gol”, disse Vitor Hugo em entrevista ao Lance! ao ser perguntado sobre o trabalho de Mano Menezes.

E nos jogos com Mano, é justamente ele o zagueiro com melhor aproveitamento nos passes (90,2%). Resta saber como será o desempenho de Gustavo Gómez sob o novo treinador, mas de início tudo aponta que sua primeira disputa será justamente contra Luan, seu antigo companheiro.

Leia também