Dupla do Equador atinge feito inédito e entra para a história da Copa do Mundo

Hincapié e Caicedo são os primeiros atletas nascidos no século 21 na Copa do Mundo (Odd ANDERSEN / AFP)


O jogo de abertura entre Qatar e Equador representou a quebra de uma escrita na Copa do Mundo. Pela primeira vez na história, um jogador nascido no século 21 disputou uma partida do torneio mais importante do futebol mundial. Foram dois de uma vez: Piero Hincapié e Moisés Caicedo, ambos equatorianos.

A dupla foi titular no time de Gustavo Alfaro. O mais novo entre eles, é o zagueiro Hincapié, do Bayer Leverkusen (ALE). Ele nasceu em janeiro de 2002 e disputa a Copa do Mundo com apenas 20 anos.

O volante Moises Caicedo, por sua vez, nasceu em novembro de 2001 e tem 21 anos. Ele defende o Brighton (ING) e é candidato a ser uma dos jovens destaques da Copa do Mundo.

+ Jovens no Qatar: confira os jogadores mais novos na Copa do Mundo 2022

Vale destacar que o século 21 teve início em 1º de janeiro de 2001. Dessa forma, o meia Gonzalo Plata, que nasceu em novembro de 2000, não entra nesta lista.

Na Copa do Mundo de 2018, o atleta que chegou mais perto foi o australiano Daniel Arzani, que nasceu em 1999 e tinha 19 anos de idade na época do Mundial da Rússia.

Grupo vai aumentar na Copa do Mundo

Entre os 830 convocados para a Copa do Mundo do Qatar, 78 (9,3%) nasceram no século 21, sendo seis deles nascidos em 2004. O mais novo será Youssada Moukoko, da Alemanha, que completou 18 anos neste domingo.

No Brasil, os representantes nessa lista são Rodrygo e Gabriel Martinelli, ambos nascidos em 2001. Resta saber quem será o primeiro nascido no século a balançar as redes no Mundial. Algum palpite?