Dupla brasileira concorre ao prêmio de melhor estrangeiro nos Emirados

Fábio Lima e Caio juntos marcaram mais de 70% dos gols do Al Wasl na campeonato local e foram essenciais para a conquista de uma vaga na próxima Liga dos Campeões da Ásia

Dois jogadores brasileiros tem chamado a atenção no futebol dos Emirados Árabes Unidos. A dupla de ataque do Al Wasl, de Dubai, formada por Caio e Fábio Lima vem fazendo história na Liga do país. No último sábado, a organização da competição anunciou os três concorrentes ao prêmio de melhor estrangeiro da Liga e ambos estão na disputa, junto do atacante senegalês Makhete Diop, do Al Ahli. O resultado sairá no dia 15 de maio.

Com uma passagem marcante pelo Botafogo em 2010, quando teve papel decisivo no título estadual, Caio ficou conhecido como Talismã. Depois de vestir a camisa alvinegra, o atacante passou por Figueirense, Internacional, sendo bicampeão gaúcho, e Vitória, até se transferir para o futebol árabe, em 2014. Embora protagonista e capitão da equipe em anos anteriores, esta é a primeira vez que Caio chega entre os três melhores jogadores estrangeiros nos Emirados. Na atual temporada, o jogador atuou em 29 partidas, marcando 16 gols (14 deles pela Liga) e dando outras quatro assistências.

- Fiquei muito feliz e emocionado. Acaba sendo um reconhecimento da torcida, técnicos e jogadores do Al Wasl e outros clubes, que votam e elegem os melhores. Não fiquei surpreso, pois sempre trabalhei muito forte, inclusive durante as férias, para que isso acontecesse. Graças a Deus a campanha da equipe vem sendo muito boa, temos chances de classificação para a Champions, e isso mostra a dedicação com que estamos encarando a temporada - afirmou Caio, que está com 26 anos.

Já para Fábio Lima, que no Brasil passou por Vasco da Gama e Atlético-GO antes de chegar ao Al Wasl, estar entre os três finalistas do prêmio não é uma novidade. O atacante, de apenas 23 anos, esteve presente nas últimas duas edições da eleição, mas acredita que desta vez terá mais chances.

- Das três vezes em que concorri ao prêmio, essa está sendo minha melhor temporada. Fiz 16 gols na primeira, 20 no ano passado e nesta já tenho 24 gols na Liga, além de seis assistências. Na temporada toda, tenho 30 gols. A equipe vem bem, chegou a duas semifinais em outras competições e tem grandes chances de chegar à Champions. Isso ajuda bastante. Seria uma coroação de todo trabalho que fizemos nesta temporada - afirmou o atacante.

A dois jogos do fim da Liga UAE, o Al Wasl está na terceira colocação, com 51 pontos. Logo acima, em segundo, está o Al Ahli, com um ponto a mais. O Al Jazira, que já possui 62 pontos, é o campeão antecipado. As três melhores equipes da Liga garantem vaga na Liga dos Campeões da Ásia.









E MAIS: