Dupla Atletiba recusa Globo de novo e confirma finais do Paranaense na web

Guilherme Moreira
Youtube e canais dos clubes no Facebook novamente transmitem os clássicos entre Atlético-PR e Coritiba

Na noite desta quinta-feira, o Atlético-PR e Coritiba confirmaram que as duas finais do Campeonato Paranaense não serão transmitidas pela televisão. Assim como o Atletiba da primeira fase, os duelos têm transmissão no Youtube e canais dos clubes no Facebook.

As duas equipes não venderam os direitos de transmissão de seus jogos no Campeonato Paranaense de 2017, o que possibilita a realização desta iniciativa inovadora. A Rede Paranaense de Comunicação (RPC), filiada da Rede Globo, ofecereu apenas R$ 1,5 milhão a cada um - no ano passado, o valor era de R$ 2,2 milhões.

As partes chegaram a se reunir agora com a emissora para verificar possibilidades sobre as decisões, mas principalmente o Furacão não queria negociação - o Coxa ainda era aberto às conversas. Se chegasse a um acordo, de R$ 2 milhões a cada um, a RPC ainda teria que pagar os outros dez clubes que assinaram com ela devido à uma cláusula: R$ 1 milhão ao Paraná, R$ 500 mil ao Londrina e R$ 500 divididos entre ou outros oito. Ou seja, as finais teriam um custo de R$ 6 milhões. Outros canais também demonstraram interesse, mas o poder econômico era ainda menor. As diretorias ainda cogitaram cobrar R$ 10 pela transmissão, porém recuaram.

A questão financeira, mais uma vez, foi alinhada com o Youtube, que fez uma parceria com as equipes e não cobrou o streaming no clássico anterior - o custo caiu consideravelmente e ainda teve apoio do Esporte Interativo, que "emprestou" seus profissionais e estrutura gratuitamente. Algo que será repetido no Couto Pereira e na Arena nos dois próximos domingos.






Na partida válida pela quinta rodada do Estadual, que foi adiada pela Federação Paranaense de Futebol (FPF) no dia 17 de fevereiro e jogada no dia 1 de março, a transmissão foi um sucesso, valorizando a imagem dos clubes e fortalecendo os seus canais de geração de conteúdo. Milhões de pessoas foram impactadas em todo o mundo.

Na somatória dos dados das transmissões no Facebook e no YouTube dos dois clubes, foram contabilizados 16.826.197 minutos assistidos durante o clássico, resultando em cerca de 850.000 interações. O pico de acessos simultâneos foi de 208.500 pessoas.

Confira a comparação entre os clássicos entre Atlético-PR e Coritiba através da internet:

Atletiba realizado
Facebook: Atlético-PR 2,1 milhões / Coritiba 891 mil
Youtube: Atlético-PR 384 mil / Coritiba 244 mil

Atletiba cancelado
Facebook: Atlético-PR 1,2 milhões / Coritiba 773 mil
Youtube: Atlético-PR 455 mil / Coritiba 224 mil








E MAIS: