Dudu vai de 7 a 10 para tentar resolver "buraco" do Palmeiras de Luxemburgo

Goal.com

O atacante Dudu ostenta a camisa 7 no Palmeiras desde a sua chegada, seguindo a tradição de nomes ofensivos como Edmundo e Paulo Nunes, mas começou uma transição para outra cifra - pelo menos no 'campo filosófico' do futebol: o craque palmeirense atuou como o 10 alviverde na vitória contra o Tigre, na quarta-feira (4), uma função que deve exercer mais vezes em 2020 sob o comando de Vanderlei Luxemburgo.

Ainda que o parâmetro não tenha sido o mais forte, frente ao quinto colocado de um dos grupos da segunda divisão da Argentina, Dudu aparece como o atleta mais capaz de resolver um 'buraco' na armação da equipe, contrastando com as várias opções de lado e ataque à disposição para a temporada.

Com a contratação de Rony, principal da temporada, o Verdão se viu com ele, Dudu e Willian como opções pelos lados, além do prodígio Gabriel Veron. Ainda que Bigode possa ser o centroavante, vaga ocupada por Luis Adriano no jogo desse meio de semana, apenas Dudu tem a armação como característica principal.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Em adaptação para a função, o principal jogador do Palmeiras até conseguiu algumas boas jogadas, mas sem ser tão produtivo em termos de chances criadas e chutes a gol. A ideia é que, com mais entrosamento e jogos na função, ele consiga chegar a um nível perto de quando atua pelos lados.

Dudu Palmeiras Bragantino Paulista 11022019
Dudu Palmeiras Bragantino Paulista 11022019

"Tenho que começar a olhar o Dudu por dentro. Eu tenho o Rony, Veron, Luan (Silva) que está chegando e é jovem. O Dudu jogando por dentro pega bastante vezes na bola e fica mais dentro do jogo. No lado do campo, a bola tem que chegar para ele. No meio, as pessoas buscam ele", avaliou o treinador sobre a alternativa pensada.

O 'buraco', aliás, poderia ter sido solucionado por nomes do setor, mas as seguidas chances dadas por Luxa a Lucas Lima e Raphael Veiga não foram o bastante para convencê-lo de que este é o melhor caminho para estruturar sua equipe, pensando no restante da temporada.

Além da dupla, quem deve ter outras oportunidades durante a temporada em 2020 é Gustavo Scarpa. De quase negociado com o futebol espanhol, no começo do ano, é outro que busca seu espaço na armação alviverde e pode ganhar chances em meio à série intensa de jogos que virá nos próximos meses.

A próxima chance para algum deles será neste sábado (7), às 17h (de Brasília) contra a Ferroviária, no Allianz Parque. Com 17 pontos, a equipe está apenas três à frente do Novorizontino e não pode se dar ao luxo de desperdiçar pontuação.

Leia também