Dudu, Palmeiras e o 'balão': atacante detalha quase ida ao Corinthians

Goal.com

O Palmeiras vinha de um ano quase trágico: em 2014, escapou do rebaixamento na última rodada, com a menor pontuação de clube não-rebaixado na história do Brasileirão. Contra todos os prognósticos, no começo da temporada seguinte, deu um "chapéu" nos rivais São Paulo e Corinthians e contratou Dudu. Quem lembra é o próprio atacante.

Se hoje, o Verdão é um dos clubes mais ricos do país, tendo conquistado dois Campeonatos Brasileiros nos últimos cinco anos, a história não foi sempre a mesma: pode-se até dizer que esta virada da equipe paulista começou com a contratação do jogador, provando a força do time no mercado ao superar seus dois arquirrivais.

Ao assinar com o Palmeiras, Dudu conseguiu, de uma vez, "irritar" tanto o Corinthians quanto o São Paulo. Segundo o jogador, ambos chegaram a acreditar que conseguiriam levar o atleta.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

"O Corinthians tinha até feito visto para eu viajar ao Estados Unidos [o clube jogaria a edição inaugural da Florida Cup]. Só que eles não tinham dinheiro para pagar o Dinamo Kiev." revelou Dudu em entrevista concedida a TV Bandeirantes. E o Tricolor também tentou a contratação. "O São Paulo queria parcelar em várias vezes, mas os ucranianos queriam o dinheiro à vista."

Assim, enquanto os dois rivais travavam um "Majestoso" para descobrir quem conseguiria a contratação do atacante, o Palmeiras foi mais esperto: conversou com os ucranianos e concordou em pagar o valor pedido à vista. Assim, Alexandre Mattos ligou e convenceu Dudu a vestir verde.

E fica difícil contestar a decisão: com a camisa do Verdão, o atacante chegou à seleção brasileira, foi Bola de Ouro do Brasileirão em 2018 e esteve presente na seleção do Bola de Prata nas quatro últimas edições da competição. Fica claro que "valeu a pena" ter enganado o São Paulo.

"Era sexta-feira, ia conversar com o São Paulo no dia seguinte. Aí o Alexandre me ligou, disse que conseguia pagar o Dinamo e nós acertamos." relembrou Dudu. E não parou por aí: o atacante teve que mentir para os executivos do clube do Morumbi. "Falei pra eles: 'vou voltar pra Ucrânia'. Aí eles: 'é mentira, você vai jogar no Corinthians!'. No final, aceitei o projeto do Palmeiras."

Leia também