Dudu lamenta chances perdidas por Borja, mas diz: “Vai ajudar muito”

Apesar de os palmeirenses saírem de campo comemorando o empate por 1 a 1 conquistado contra o Atlético Tucumán, na Argentina, na noite desta quarta-feira, o resultado poderia ser melhor para o Palmeiras. Com um a menos desde a metade do primeiro tempo, o Verdão teve três oportunidades de gol com Miguel Borja, mas o colombiano acabou desperdiçando todas.

Autor de duas ótimas enfiadas para o centroavante, o meia-atacante Dudu lamentou as chances perdidas pelo companheiro. No entanto, o camisa 7 passou confiança ao colombiano e já se mostrou focado nos dois próximos jogos da Libertadores, contra Jorge Wilstermann e Peãnrol, em casa.

“Acho que o Borja lutou, brigou, ajudou nosso time na marcação. Infelizmente ele não foi muito feliz na finalização, mas todo mundo sabe do potencial dele. Vai nos ajudar muito”, afirmou Dudu.

“Acho que mesmo com um a menos tivemos as chances com o Borja de fazer o gol. Infelizmente não fizemos. Acho que foi bom, jogamos com um jogador a menos e Libertadores é muito difícil. Agora temos que fazer valer o nosso mando nos dois próximos jogos”, completou.

Nesta quarta-feira, Dudu teve que se dedicar ainda mais à marcação após a expulsão do zagueiro Vitor Hugo. Posicionado pela esquerda, o camisa 7 puxou os contra-ataques alviverdes e ainda voltou para recompor ne defesa.

“Meu espírito é esse, de ajudar o Palmeiras do jeito que for. Pode ser fazendo gol, dando passe, ajudando na marcação… A equipe está de parabéns pelo resultado aqui”, concluiu.

Com o resultado, Palmeiras e Atlético Tucumán dividem a segunda posição do Grupo 5 da Copa Libertadores. A liderança no momento está com o Jorge Wilstermann-BOL, que goleou o Peãnrol, lanterna, por 6 a 2 na primeira partida da chave.