Dudamel foi bom lance do Galo, fechando quarteto de estrangeiros na elite

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
SUITA, JAPAN - NOVEMBER 19: Venuzuela head coach Rafael Dudamel looks on prior to the international friendly match between Japan and Venezuela at the Panasonic Stadium Suita on November 19, 2019 in Suita, Osaka, Japan. (Photo by Etsuo Hara/Getty Images)
Rafael Dudamel deixou a seleção da Venezuela para assumir o Galo (Etsuo Hara/Getty Images)

O Atlético-MG anunciou a contratação de Rafael Dudamel como seu novo técnico. O venezuelano chega com um contrato até o final de 2021, após treinar a Seleção principal e a sub-20 do seu país. Dudamel está com 46 anos e comandou o selecionado vinho-tinto em 37 partidas com 13 vitórias.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM
SIGA O YAHOO ESPORTES NO FLIPBOARD

Na Copa América 2019, a Venezuela empatou com o Brasil na primeira fase e caiu para o Peru, nas quartas-de-final. Dudamel vinha fazendo um trabalho interessante e acreditava na briga por uma vaga inédita para a Copa do Mundo de 2022. No entanto, após divergências com dirigentes da Confederação, resolveu aceitar o projeto do Galo.

Leia também:

Torço para ele dar certo. Imagino que Dudamel mudará um pouco sua forma de jogo, já que não tinha material humano para atuar de forma ofensiva. Na Venezuela, não existe a possibilidade de ser protagonista. No Atlético-MG, isso poderá acontecer.

Dudamel fecha um quarteto de estrangeiros com Jorge Jesus, Jesualdo Ferreira e Edoardo Coudet, na elite brasileira. Sua vinda mostra que os executivos brasileiros querem novidades e fim das zonas de confortos nos vestiários. Ninguém aceita mais jogador dando as costas para adversários e rindo após derrotas, nas saídas de campo.

Jesus abriu a porteira e veremos confrontos fortes e mais competitivos com a abertura maior do mercado brasileiro. O futebol interno só ganha com isso. Quem pensa o contrário, me parece com um pensamento estático e atrasado. Que a bola role logo em 2020!

Veja mais de Alexandre Praetzel no Yahoo Esportes

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos