Duas viradas eram muito, o Barcelona precisa de um novo ciclo

O Barcelona conseguiu uma virada histórica diante do Paris Saint-Germain nas oitavas de final da UEFA Champions League, mas a Juventus provou ser um passo acima do clube catalão na última quarta-feira (19).

Os campeões italianos venceram o Barça por 3-0 em Turim, no jogo de ida das quartas de final, e tendo sofrido apenas dois gols na Europa durante toda a temporada, os bianconeri foram uma presa difícil para os espanhóis. 

"Se marcarmos primeiro, o Camp Nou vai marcar o segundo e terceiro vai seguir", disse Luis Enrique na coletiva de imprensa antes do jogo. Mas o Barça falhou ao marcar o primeiro gol, apesar do apoio da torcida.

Dani Alves Neymar Barcelona Juventus UCL 19042017

Lionel Messi teve algumas chances, mas não foram tantas oportunidades claras para o Barça contra a forte defesa da Juve, que deixou Unai Emery e o PSG se perguntando como eles conseguiram reverter o 4-0 na rodada anterior.

O Barcelona está fora da Europa antes das semifinais pela segunda temporada consecutiva e Luis Enrique deixará o clube no meio do ano, abrindo espaço para um momento de mudança e de uma nova era para o clube. Além de trazer um novo treinador, o Barça deve também abordar alguns problemas na equipe após algumas maus contratações feitas nas duas últimas temporadas, o meio-campo é especialmente uma prioridade após a saída de Xavi em 2015 e com a proximidade do fim da carreira ilustre de Andrés Iniesta.

Luis Enrique Juventus Barcelona Champions League 11042017
 Fotos: Getty Images

Apesar de tudo isso, o clube ainda está na disputa pelo Campeonato Espanhol e tem outro grande jogo pela frente no próximo domingo (23), com o clássico que será disputado no Santiago Bernabéu, e que pode multiplicar ou quebrar as suas chances de alcançar o Real Madrid na luta pelo título.

"Apesar de não estarmos no nosso melhor, acho que podemos ir e ganhar o jogo", disse Gerard Piqué após o jogo de quarta-feira. Mas mesmo uma vitória não garantiria a opção para reivindicar o título porque o Real tem três pontos à frente e um jogo pendente. 

Apesar de seu bom trabalho, Luis Enrique não levou o Barça para as semifinais desde que venceu a tríplice coroa em 2015 e a extraordinária virada sobre o PSG só mascarou os fracassos de uma equipe em declínio. Repetir o feito contra a Juventus era impossível e agora chegou a hora do Barcelona pensar em reconstruir o seu projeto, se preparar para o mercado de transferências, com um novo treinador e também se apoiando em La Masia.