Duas vagas e quatro equipes: o que Bahia, Cuiabá, Grêmio e Juventude precisam para escapar da queda

·1 min de leitura


Resta apenas uma rodada para que o Campeonato Brasileiro estabeleça a sua tabela de classificação derradeira, Tabela essa onde, independente do que aconteça, Atlético-MG (campeão), Flamengo (vice) e Palmeiras (terceira posição) além de Chapecoense (lanterna) e Sport (19° e rebaixado matematicamente) já sabem seus respectivos destinos. Entretanto, além da briga por vagas na Libertadores e Copa Sul-Americana que seguem em curso, um duelo envolvendo quatro clubes (Bahia, Cuiabá, Grêmio e Juventude) estará ativo na Rodada 38: a fuga do temido rebaixamento.

>A última rodada do Brasileirão 2021!

Dentro deste ambiente, a equipe que pode demonstrar mais segurança e até mesmo confiança em escapar da queda é o recém-promovido Cuiabá. Frente ao Santos, na Vila Belmiro, basta somar um ponto que o Dourado não poderá ser mais ultrapassado do seu atual 15° lugar.

Bahia e Juventude possuem o panorama mais apertado de disputa, tendo ambos 43 pontos. O diferencial para colocar o Esquadrão em 16° e o Ju como o primeiro ocupante do Z4 no 17° lugar fica por conta dos baianos terem uma vitória a mais no torneio.

Assim, basta ao Esquadrão vencer seu compromisso diante do Fortaleza, na Arena Castelão, que a permanência está assegurada. Para o time de Caxias do Sul, será necessário ganhar do Corinthians, no Alfredo Jaconi, e torcer para uma derrota do Bahia ou do Cuiabá pela salvação da degola.

Por fim, o Grêmio chega na última rodada precisando de uma considerável combinação de resultados para evitar a terceira queda de divisão na sua história. Além de bater o Atlético-MG, na Arena, a equipe de Porto Alegre precisa que Bahia e Juventude não pontuem.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos