DragonSpeed confirma participação na Indy 500 e em outras cinco corridas de 2020

Redação GP

Agora vai? Depois de sumir da Indy após a participação quase que heroica nas 500 Milhas de Indianápolis com alguns problemas como no visto, a DragonSpeed anunciou seu calendário para a temporada 2020 do campeonato norte-americano. A equipe pretende correr seis etapas, entre elas, é claro, a Indy 500.

Isso significa que o plano original do time foi cortado quase que pela metade, já que a ideia era fazer dez corridas, além da final de 2019, em Laguna Seca, que já não tinha rolado. Outra novidade é que Ben Hanley ainda não foi confirmado como piloto do projeto.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

A DragonSpeed vai voltar em 2020 (Foto: IndyCar)



Além da Indy 500, a DragonSpeed planeja correr na estreia em São Petersburgo, em Long Beach, no Texas, em Mid-Ohio e na final em Laguna Seca. Ainda, fará a temporada toda da LMP2 no SportsCar, com Hanley e Henrik Hedman.

Em 2019, a DragonSpeed esteve com Hanley em 18º em St. Pete, em 21º no Alabama e em 32º na Indy 500, tendo surpreendido já ao classificar para a corrida enquanto gente como Fernando Alonso ficou de fora.


Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo


O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.


Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.






Leia também