Dracena reforça a necessidade de vendas no Santos na próxima janela

Edu Dracena não é mais o executivo de futebol do Santos (Foto: Ivan Storti/Santos FC)


O executivo de futebol do Santos, Edu Dracena, não escondeu que o Santos vai precisar vender jogadores no meio do ano para manter as contas em dia. Ele reforçou discurso do presidente Rueda disse, que não vai vender por qualquer preço, mas entende a necessidade de fazer dinheiro.

- Vamos precisar ter venda de jogadores. Como o presidente disse, vamos precisar de R$ 70 milhões. Torcedor pode ficar bravo comigo, me xingar, mas infelizmente vai ter que fazer. Mas vamos fazer de uma forma boa para o clube. Caso não seja boa, não vamos. Queremos vender jogadores para resolver, não pingadinho que não resolva. Preferimos permanecer ele para vender melhor mais para frente - disse Dracena em entrevista ao De Olho no Peixe.

O LANCE!/DIÁRIO DO PEIXE divulgou que o Santos conseguiu receber antecipadamente um bônus de 1,5 milhão de Euros (cerca de R$ 8 milhões na cotação atual) que tem direito pela classificação da Juventus-ITA para a Liga dos Campeões. Pelo contrato assinado entre os clubes, o Peixe receberia bônus pela meta batida e se o atacante alcançasse uma meta de jogos.

O motivo dessa antecipação é o fluxo de caixa. As receitas dos meses de maio e junho não foram suficientes para cobrir pagamentos da folha salarial, impostos e acordos. O clube viu essa alternativa até que aconteça uma receita extraordinária com venda de jogadores no meio do ano, foi foi dito por Edu Dracena.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos