Dourado tem 'caderninho' com meta de gols e média maior que CR7 no ano

João Mércio Gomes

Brigando pela artilharia do Carioca e da Copa do Brasil, Henrique Dourado vive temporada bem diferente da anterior. Em 2016, fez apenas dois gols com a camisa tricolor em 14 partidas. Neste começo de ano, agora com a camisa 9, o atacante desencantou e já marcou nove vezes em 11 jogos. O bom desempenho surpreende o atacante, que estipula metas pra 2017.

- Eu tenho um caderninho com as minhas metas, não posso revelar. Eu quero sempre alcançar uma média de a cada dois jogos, pelo menos um gol. Se for mais, melhor ainda. Mas eu quero que a nossa equipe vença, porque o individual aparece. Esse ano está sendo muito bacana, não só no individual, mas no coletivo também - disse o jogador.

A média alta do Ceifador nessa temporada impressiona. Mesmo ainda contestado pela torcida em alguns momentos, o atacante tem números superiores aos de grandes artilheiros do futebol mundial - maior até que de Cristiano Ronaldo.




Analisando de forma simples, os números de Henrique Dourado são bons em 2017. No entanto, a diferença dos adversários é gritante. Enquanto o craque português marcou gols contra equipes da elite espanhola, Ceifador teve como vítimas equipes como Sinop-MT, Globo-RN e Portuguesa-RJ, sem expressão no futebol nacional. Mesmo assim, nos dois confrontos que jogou contra equipes da Série A, deixou sua marca. O atacante fez gol contra o Flamengo, na final da Taça Guanabara, e no Vasco, na estreia da competição.

No Carioca, o camisa 9 tem cinco gols marcados e é o terceiro na artilharia. Na frente dele, apenas Guerrero, do Flamengo, com seis gols, e Max, da Cabofriense, que jogou a fase preliminar ad competição. Na Copa do Brasil, Ceifador também está na briga. Hoje, apenas Brenner, do Inter, e Rafael Sóbis, do Cruzeiro, têm mais gols. São cinco de cada, contra quatro do atacante tricolor.

E MAIS: