Dourado faz o 10º no ano e vê disputa sadia com Pedro: 'Respeito é diferencial'

Mesmo com nove gols marcados no ano, Henrique Dourado ficou perto de perder a vaga no time titular na estreia da Sul-Americana. Mesmo assim, ganhou voto de confiança e abriu o placar no Maracanã. Nos últimos jogos, viu o jovem Pedro, de 19 anos, conquistar espaço e a torcida tricolor. Mas, nada que tire o foco dos dois atacantes do Fluminense.

- O treinador não dá explicação quando coloca para jogar, então não tem que dar quando tira. Quem ele optar, eu ou Pedro, que é um menino de muita qualidade, vai dar o melhor. O respeito no grupo tem sido diferencial - disse o atacante após a partida.

Para Ceifador, o time não se define em titulares ou reservas. Quando tiver chance de jogar, tem que estar preparado. E quem resolve a escalação é o treinador, que conhece bem o elenco.

- Não são apenas 11, todos tem trabalhado. Foi assim contra o Flamengo. O Abel sabe muito bem o que ele tem em mãos. Temos que estar sempre prontos, começando o jogo ou não. Assim a gente respeita os companheiros.






E MAIS: