Douglas recorda caos após cavadinha de Pato pelo Corinthians: 'Seu f**, você ganha dinheiro pra caramba'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


Alexandre Pato foi uma das maiores promessas do século no futebol. O atacante despontou no Internacional e teve boa passagem pelo Milan, da Itália. Entretanto, no Brasil, não deu muito certo. No Corinthians, o atacante ficou marcado pelo pênalti perdido diante do Grêmio, na semifinal da Copa do Brasil de 2013, que eliminou o alvinegro da competição. Titular no dia, o ex-meia Douglas relembrou o clima ruim após a cavadinha do jogador.
+ Confira as classificações atualizadas dos campeonatos estaduais e simule os resultados do seu time!

Na época, após cobrança de torcedores, dirigentes e imprensa esportiva, Alexandre Pato afirmou, em entrevista à Rede Globo, que 'havia treinado daquela forma' e por isso cobrou daquele jeito. Entretanto, a cavadinha foi fraca e no meio do gol, facilitando o trabalho de Dida, especialista em penalidades.

Ao canal do jornalista Duda Garbi no Youtube, o ex-jogador Douglas comentou o caos no elenco após a eliminação. Segundo ele, Pato não treinava da forma que bateu o pênalti. Além disso, pontuou que alguns atletas queriam agredir o ex-Milan.

- Aquela vez contra o Grêmio, na cavadinha do Pato, estava perto disso. Queriam matar ele (Pato). (Um jogador falou) 'Seu f**, você ganha dinheiro pra caramba, eu estou precisando'. O Danilo treinava pênalti com ele, ele batia pênalti, chapada, forte. Aí no jogo ele cava. Já tinha trabalhado com o Dida. Aí falou que treinava assim. O Danilo cegou - disse Douglas

- Todo mundo queria bater nele. Era para ter deixado, um soquinho não ia... só um assim - concluiu.

A polêmica manchou a passagem do atacante contratado por R$ 45 milhões pelo Corinthians em janeiro de 2013. Em fevereiro do ano seguinte, ele já não vestia mais a camisa alvinegra.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos