Dos Anjos esbanja otimismo nos meio-médios: "Tenho tudo para ser campeão"

Aos 32 anos de idade, Rafael dos Anjos resolveu tomar uma atitude ousada em sua carreira. Ex-campeão dos leves (70 kg) do UFC, o brasileiro abandonou sua categoria de origem para buscar se aventurar na divisão dos meio-médios (77 kg) e agora tem encontro marcado com Tarec Saffiedine no UFC Singapura, agendado para dia 17 de junho. E esse será apenas o primeiro capítulo de uma história que ele promete ser longa.

Dos Anjos ficou feliz com a escolha do seu oponente. Saffiedine era o décimo colocado no ranking dos meio-médios até a última atualização da lista, quando caiu uma colocação. O brasileiro admitiu que era exatamente o tipo de adversário que ele procurava para dar o pontapé inicial na nova categoria.

“Acho que o Tarec Saffiedine é um grande oponente para minha primeira luta nos meio-médios. Isso é exatamente o que eu queria, um top 10 [lembrando que Saffiedine caiu para a 11ª colocação]. Sou ex-campeão dos leves e acredito que eu merecia uma luta com alguém ranqueado, e Tarec também é um ex-campeão. Ele é ex-campeão do Strikeforce. Será uma grande luta”, afirmou RDA ao site ‘MMA Fighting’.

“Acredito que uma vitória me coloca no top 10. Quando você luta com o campeão e vence, você se torna o campeão. Se você vencer o número 10, você se torna o número 10. Acho que essa vitória me colocaria no bolo, e esse é meu objetivo”, completou.

Pregando muita calma em sua nova jornada, Dos Anjos sempre salientou que treina com atletas mais altos e isso chega até a facilitar o seu jogo. Sendo assim, o brasileiro confia que um dia poderá chegar até o topo dos meio-médios, assim como fez entre os leves.

“Sem pressa, mas o meu objetivo é o cinturão dos meio-médios. Acho que eu tenho o que preciso para chegar lá. Mas eu vou fazer nos meio-médios o que eu fiz nos leves, sem pressa. Devagar eu vou chegar lá. Tenho as qualidades para chegar lá. Mas uma vitória sobre o Tarec Saffiedine definitivamente vai me colocar no meio”, concluiu.