Dortmund aceita liberar Dembélé, mas só se Barça pagar o exigido

O jogador do Dortmund Ousmane Dembélé, em Dortmund, em 9 de agosto de 2017

O Borussia Dortmund deixará o francês Ousmane Dembélé se transferir ao Barcelona, mas só se o clube espanhol pagar o preço exigido, cerca de 130 milhões de euros, informou neste sábado o diretor esportivo do clube alemão, Michael Zorc.

"Nossa posição é clara e nossas exigências também. Se estas exigências forem cumpridas, o jogador será transferido. Caso contrário, ficará com a gente. É muito simples", explicou o dirigente.

O Barcelona vem tentando comprar o passe de Dembélé, que chegou ao Borussia oriundo do Rennes por 15 milhões de euros. No clube catalão, o francês substituiria Neymar, vendido ao PSG por 222 milhões de euros.

De acordo com a imprensa alemã, o Borussia pede 130 milhões de euros pelo atacante, que vem se recusando a treinar e deixou a cidade de Dortmund para tentar forçar uma transferência.

"Sabemos onde ele está, está na França. Estamos em contato com ele por meio de seu agente e de nossos colaboradores", confirmou Zorc.