Dorival valoriza empate do Santos contra o Santa Fe pela Libertadores

O técnico do Santos, Dorival Júnior, comemorou o empate contra o Santa Fé, em 0 a 0, em Bogotá, como se fosse uma vitória. O confronto, nesta quarta-feira (19), manteve o Peixe na lidernaça do Grupo 2 da Libertadores, com cinco pontos.

"Faremos dois jogos em casa e um fora, e eu computo esse ponto como importantíssimo. Não fomos tecnicamente brilhantes, mas foi um jogo disputado, com muita garra", disse Dorival em entrevista coletiva.

Lucas Verissimo Jose Moya Santa Fe Santos Copa Libertadores 19042017

(Foto: Santos/Divulgação)

VEJA TAMBÉM:

"A expulsão em um jogo tranquilo de se conduzir aumentou as dificuldades. Foi um jogo com características de Libertadores, fugindo das características do Santos, que procura trabalhar mais a bola. Temos que dar valor ao ponto conquistando, buscando classificação em chave difícil, com grandes equipes e jogos complicados", acrescentou ele.

O elenco retorna ao Brasil nesta quinta-feira e só volta a treinar na tarde de sexta.

Já Ricardo Oliveira, que chutou um copo d'água ao ser substituído pelo técnico do Santos no segundo tempo do duelo, não teme ser repreendido pelo comandante. Na ocasião, o camisa 9 chegou a molhar colegas e membros da comissão técnica que estavam no banco.

"Tem hora que se sente que pode ajudar. Não queria sair, mas é normal. Existe sempre o respeito ao Dorival. Faz parte do jogo, só queria permanecer para ajudar. Não vai ter bronca, tenho certeza. É super de boa. É só querer ajudar", afirmou Ricardo Oliveira.