Dorival estranha pressão no Santos e torce por tranquilidade após vitória

Técnico do Peixe viu atuação do Peixe na vitória sobre o São Bento no mesmo nível que outras do Paulistão. Sobre extracampo, treinador citou questões políticas

Com a vitória por 2 a 0 sobre o São Bento, veio também a tranquilidade para o Santos. Após a derrota para o Palmeiras, o Peixe conviveu com protestos da torcida e com notícias de atrasos salariais. E com a tranquilidade após o resultado obtido nesta quarta-feira, veio também o desabado do técnico Dorival Júnior.

Na entrevista coletiva após o jogo, o treinador falou sobre a pressão interna e disse que não entende o nível acentuado de cobrança.

- É o futebol brasileiro. Perdemos um jogo para o São Paulo e foi aquela pressão toda. Pressão já se tem todo dia. Quando é excessiva, a gente estranha. Parece que não enxergam o que se faz no clube. Continuo trabalhando. Temos a confiança de quem comanda a equipe. Não vejo essa pressão toda acontecendo. Estranho em determinados momentos. As pessoas que fazem o dia a dia do Santos sabem do que estou falando. Jogadores trabalham com alegria e buscam fazer o melhor. Os resultados não foram o que produzimos.

- Equipe fez boa partida, jogou no campo do São Bento. Jogaram com consistência. Equipe faz um campeonato que joga de maneira superior, porém os resultados não vinham. Espero que voltemos à normalidade - comentou sobre a vitória.

Com o triunfo, o Peixe entrou na zona de classificação do Campeonato Paulista e enfrentará o Santo André, fora de casa, no sábado, às 15h.

Pela Libertadores, o Alvinegro volta a jogar no dia 18 de abril, na Colômbia, contra o Santa Fe.









E MAIS: