Dorival aproveitará 14 dias de ‘folga’ para testar Copete na lateral

Após a partida contra o Independente Santa Fe, nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), no estádio El Campín, em Bogotá, na Colômbia, pela terceira rodada da fase de grupos da Copa Libertadores, o Santos ganhará 14 dias de ‘descanso’, já que foi eliminado do Campeonato Paulista. O técnico Dorival Júnior aproveitará esse tempo livre só de treinos para testar algumas possíveis modificações na equipe. A principal delas é a entrada de Copete como lateral-esquerdo.

Mesmo sendo atacante de origem, o colombiano se destaca pela forte marcação, facilidade para fazer cruzamentos e entrega dentro de campo. Nas visão do comandante santista, essas três características são fundamentais para um lateral. E como Copete perdeu espaço no time titular após a chegada de Bruno Henrique, atuar na vaga de Zeca pode ser uma saída para ele manter-se no time.

Atualmente, Jean Mota é o titular da posição, substituindo o lesionado Zeca, que deve ficar fora por até dois meses. Meia de origem, ele vem agradando Dorival e recebeu um voto de confiança da diretoria, que chegou até a estudar alguns nomes para a lateral esquerda, mas decidiu optar por opções caseiras no elenco.

Além de Mota, o jovem Matheus Ribeiro também é uma opção para o treinador do alvinegro. Lateral-direito de origem, ele é ambidestro e também pode atuar pelo lado esquerdo.