Doria diz que paulistas não poderão jogar Brasileirão antes de fim do Paulistão

Redação Esportes
·2 minuto de leitura
SAO PAULO, BRAZIL - APRIL 17: Joao Doria,  Governor of Sao Paulo looks on during a press conference at Palacio dos Bandeirantes on April 17, 2020 in Sao Paulo, Brazil. On Friday 17, Governor Joao Doria said that the isolation measures adopted have already had an effect on reducing the spread of coronavirus (COVID-19) in the state of Sao Paulo. According to the Ministry of health, Brazil has 33,682 confirmed cases infected with coronavirus (COVID-19) and at least 2,141 recorded deceases. (Photo by Rodrigo Paiva/Getty Images)
João Dória durante coletiva de imprensa durante a pandemia do coronavírus (Rodrigo Paiva/Getty Images)

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse os clubes do estado não poderão atuar no Campeonato Brasileiro, com início marcado provisoriamente para o dia 9 de agosto, antes que o Paulistão acabe.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

Enquanto o Brasileirão já tem data de início marcada pela CBF - 9 de agosto -, o governo de São Paulo e a Federação Paulista de Futebol (FPF) ainda não chegaram a um acordo para que o campeonato estadual volte.

Leia também:

“Se não me engano, faltam três rodadas para concluir o campeonato. Sem concluir, os times de São Paulo não podem participar do Campeonato Brasileiro”, disse o governador. “Estamos levando em conta também isso, os aspectos de saúde e o protocolo que assinamos com a Federação Paulista de Futebol, e esta, por sua vez, com todas as equipes da primeira divisão”.

O governador também disse que espera ter um acordo com a FPF até o fim da próxima semana para determinar uma data para o retorno. Ainda são necessárias seis datas para a finalização do torneio, já que faltam duas rodadas da primeira fase e o mata-mata - jogos únicos em quartas de final e semifinal, além da final em duas partidas.

O estado de São Paulo foi o último com clubes da Série A a liberar testes e treinos. Enquanto Grêmio e Internacional puderam voltar a realizar atividades no início de maio, os paulistas só puderam reunir atletas a partir de 1º de julho.

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.