Lionel Messi pede o fim da guerra na Síria

Barcelona, 15 mar (EFE).- O atacante Lionel Messi, do Barcelona, pediu nesta quarta-feira, na condição de embaixador do Unicef, o fim da guerra na Síria, um conflito que já tirou a vida de aproximadamente 16 mil crianças.

"Um dia de guerra é demais. As crianças da Síria estão há seis anos submetidos à violência e à crueldade de um conflito que os tem como reféns", lamentou o argentino em seu perfil oficial no Facebook.

Messi disse que tem "o coração destroçado", como embaixador do Unicef e pai de duas crianças, e pediu aos seguidores que se unam a ele para pedir o final do conflito armado.

"Some a sua voz ao Unicef para exigir o fim da guerra", solicitou o jogador na rede social. EFE