Dono do PSG fala se manterá técnico ou não e sobre vexame: 'Raiva'

Unai Emery foi criticado pela imprensa local por conta da postura diante do Barcelona

Pela partida de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões, a postura defensiva do Paris Saint-Germain diante do Barcelona foi bastante criticada. O técnico do time francês, Unai Emery, foi um dos principais alvos da imprensa local após a vexatória queda na competição, uma vez que abriu 4 a 0 na ida e levou 6 a 1 no reencontro com os catalães.

Presidente do PSG, Nasser Al-Khelaifi garantiu a permanência de Emery, que chegou no início da temporada contratado junto ao Sevilla. Em entrevista ao "Le Parisien", o catari salientou que o espanhol tem o seu apoio. E explicou.

Desde que chegou, o treinador tem trabalhado imensamente para ajudar esta equipe a evoluir. Agora, temos de aprender com este fracasso e não reagir de cabeça quente. Tive longas conversas com ele durante estes últimos dias. Emery tem as qualidades que acreditamos serem as necessárias. E tem todo o meu apoio. E com ele que vamos falar das mudanças necessárias para a próxima temporada - disse Al-Khelaifi, complementando:

- A derrota nos deixou com um misto de tristeza e raiva. E, é claro, o nosso time não esteve à altura da nossa ambição - concluiu o dono da equipe da capital francesa, que deve se reforçar consideravelmente para 2017/18.





E MAIS: